Ex-namorado de Anne Hathaway declara-se culpado de fraude

quarta-feira, 10 de setembro de 2008 15:44 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - Um empreendedor norte-americano que namorou a atriz Anne Hathaway e fez negócio com o magnata do setor de supermercados Ron Burkle declarou-se culpado na quarta-feira. Ele era acusado de comandar uma fraude, na qual dizia ter ligações com o Vaticano.

O milionário Raffaello Follieri, 30, que também já foi amigo do principal representante de Bill Clinton, Douglas Band, admitiu na Corte Distrital dos Estados Unidos que participou de um esquema no qual obteve, de forma fraudulenta, 2 milhões de dólares de várias empresas para a qual fez consultorias fraudulentas.

Ele admitiu as acusações de fraude e lavagem de dinheiro diante do juiz John Koetl.

Nas acusações mais sérias, Follieri pode pegar até 20 anos de prisão, mas os réus costumam receber sentenças mais brandas quando assumem a culpa.

Follieri foi preso no dia 24 de junho, devido ao esquema que operou de 2005 a 2007, no qual levava investidores a acreditar que ele tinha ligações próximas ao Vaticano, o que o permitiria comprar por um preço menor imóveis nos Estados Unidos que o Vaticano não mais desejava.

Italiano, Follieri afirmava ter sido escolhido pelo próprio Vaticano para gerenciar seus assuntos financeiros, segundo os promotores.

"Eu sabia que o que estava fazendo era errado", disse ele, ao ler sua declaração no tribunal.