Cantor causa tumulto e obriga avião a voltar à Espanha

terça-feira, 13 de novembro de 2007 15:26 BRST
 

MADRI (Reuters) - Um avião da empresa Iberia que partiu na madrugada de terça-feira de Madri para o México foi obrigado a retornar ao aeroporto devido ao comportamento agressivo de um passageiro, que era o cantor espanhol Melendi, informou um porta-voz da companhia aérea.

O vôo 6401 voltou ao aeroporto madrileno de Barajas duas horas após ter decolado porque o comandante da aeronave considerou que não podia garantir a segurança dos passageiros diante da atitude "violenta e agressiva" do músico, que viajava na primeira classe junto com a mulher.

O comandante do avião pediu desculpas aos quase 200 passageiros após aterrissar de volta em Barajas e explicou que o cantor e sua acompanhante haviam causado incidentes com a tripulação, depois que as aeromoças teriam se negado a servir bebidas alcóolicas.

O responsável pelo vôo afirmou que os dois tentaram agredir os tripulantes, além de proferir insultos e atitudes agressivas contra as aeromoças.

A Guarda Civil levou o cantor de 28 anos após a aterrissagem a um tribunal em Plaza de Castilla. Ele justificou sua atitude pelo medo de voar, segundo disseram vários veículos de imprensa.

(Por Inmaculada Sanz)