Madonna vai construir escola para meninas no Malauí

quarta-feira, 14 de maio de 2008 09:24 BRT
 

LILONGWE (Reuters) - A diva pop Madonna planeja construir neste ano uma escola multimilionária para meninas pobres no Malauí, disse na quarta-feira o advogado dela no país.

"Uma força-tarefa local com quatro pessoas já foi formada para chefiar o projeto, que vai ser nos moldes do que a Oprah Winfrey tem na África do Sul", disse Alan Chinula, advogado de Madonna, à Reuters.

"É um projeto multimilionário e vamos saber o custo exato nas próximas duas semanas."

Oprah, a bilionária magnata da televisão norte-americana, construiu uma escola de 40 milhões de dólares só para garotas na África do Sul. O prédio tem, entre outras coisas, laboratórios, um estúdio de ioga e um salão de beleza.

A Alta Corte do Malauí deve aprovar na quinta-feira a tentativa de Madonna de adotar um menino de dois anos, David Banda, nascido no país. Tanto o governo quanto o pai de David --o único parente vivo do menino-- aprovam a adoção.

Madonna não comparecerá à última sessão judicial que decidirá sobre a adoção porque está muito ocupada, disse Chinula na terça-feira.

A adoção é polêmica. Há quem acuse o governo de fazer vista grossa às leis que proíbem que pessoas que não moram no Malauí adotem crianças de lá. Abalado por uma epidemia de Aids, o país tem mais de um milhão de órfãos.

(Reportagem de Mabvuto Banda)

 
<p>Madonna com David Banda, o menino de Malau&iacute; que ela tenta adotar. Photo by Siphiwe Sibeko</p>