Gil faz seu álbum mais "tecnológico" e quebra hiato de 11 anos

quarta-feira, 14 de maio de 2008 17:36 BRT
 

Por Fernanda Ezabella

SÃO PAULO (Reuters) - O músico-ministro Gilberto Gil lançará seu primeiro álbum de canções inéditas em 11 anos no próximo mês, "Banda Larga Cordel", mas as faixas já estarão disponíveis na versão "streaming" na Internet na quinta-feira.

O cantor e compositor falou por mais de cinco horas, nesta quarta-feira, com mais de 60 jornalistas brasileiros e estrangeiros, em uma "coletiva virtual" pela Internet.

Gil, 65 anos, afirmou que está se sentindo muito mais livre como músico graças à idade e ao sentimento de satisfação com o trabalho no Ministério da Cultura.

"Estou entrando nos últimos quarteirões do bairro da minha vida. Então isso dá uma tranquilidade, porque eu tenho que dialogar com a consciência da plenitude", disse Gil. "Eu estou ficando velho ... a idade vai pressionando você a se estabilizar com a essencialidade da vida e também da morte."

O músico afirmou que passou os "últimos quatro, cinco anos sem deixar espaço para inspiração, para o desejo poético", devido ao acúmulo de trabalho na pasta da Cultura do governo.

"Mas meu tempo como ministro daqui a pouco acaba e estou fazendo minha reentrada", disse. "Estou fazendo esse disco para dizer, 'olha aí, tô de volta, compondo'."

"Banda Larga Cordel" surge após "Gil Luminoso", de 2006, com canções regravadas. O último disco de inéditas foi "Quanta", de 1997. O novo trabalho estará disponível nas lojas em 17 de junho, assim como as faixas individuais na Internet.

A partir de quinta-feira, o internauta pode acessar às canções para "streaming" --apenas para ouvir e não gravar ou armazenar no computador-- no site Sonora (sonora.terra.com.br).   Continuação...