Produtores de Hollywood escolhem indicados a prêmio do cinema

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008 19:48 BRST
 

Por Bob Tourtellotte

LOS ANGELES (Reuters) - O Sindicato dos Produtores dos Estados Unidos revelou os indicados para os seus prêmios cinematográficos, escolhendo películas que incluem a comédia "Juno" e a aventura legal "Michael Clayton", em uma decisão-chave na corrida para o Oscar.

Entre os indicados para produtor do ano estão o thriller "Onde os Fracos Não Têm Vez " e "There Will Be Blood", a história da natureza corruptora do poder e do dinheiro. O filme em língua francesa "Le Scaphandre et le Papillon", sobre um jornalista paralisado que dita um livro piscando o olho, também está na disputa.

O Sindicato dos Produtores é uma associação entre cinema e TV e o prêmio frequentemente tem papel importante na marcha rumo ao Oscar, principal premiação mundial, entregue em fevereiro pela Academy of Motion Picture Arts and Sciences.

Junto de grupos como o Sindicato dos Diretores dos Estados Unidos e do sindicato de atores, muitos membros da entidade dos produtores também votam no Oscar. Como resultado, as suas indicações muitas vezes sinalizam quais filmes são os preferidos dos eleitores do prêmio.

A lista do sindicato dos produtores inclui quatro de cinco filmes indicados pelos diretores. A exceção foi a escolha dos diretores do conto "Into the Wild", de Sean Penn, em detrimento da comédia "Juno", sobre gravidez na adolescência.

Os atores também gostaram de "Into the Wild", mas a estrela de "Juno", Ellen Page, foi indicada por aquele grupo como a melhor em um filme. O sindicato dos produtores entrega prêmios para melhor trabalho em um filme animado e nessa área os produtores de "Bee Movie", "Ratatouille" e "The Simpsons" vão competir.

Os indicados a melhor documentário incluem cinco filmes --"Sicko" e "Body of War", ambos do diretor Michael Moore, "Hear and Now", "Pete Seeger: The Power of Song" e "White Light/Black Rain: The Destruction of Hiroshima and Nagasaki".