ESTRÉIA-"A Casa de Alice" retrata vida de classe média baixa

quarta-feira, 14 de novembro de 2007 17:34 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - "A Casa de Alice", primeiro trabalho de ficção do documentarista Chico Teixeira, traz o surpreendente trabalho da atriz Carla Ribas, no papel de uma manicure que vive um impasse existencial com os integrantes de sua família.

O filme estréia nesta quinta em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Alice (Carla Ribas) é manicure, casada com o taxista Lindomar (ZéCarlos Machado) há 20 anos. O casal tem três filhos, ainda estudantes. O cuidado da casa fica entregue a uma avó (Berta Zemel), mãe de Alice.

O dinheiro é pouco, o cotidiano, sacrificado. O afeto já é escasso entre o casal, apesar de algum esforço de Alice para reavivar a relação.

Outros interesses despertam sua atenção. No caso de Lindomar, meninas bem jovens. No caso de Alice, um antigo amor do passado, Nilson (Luciano Quirino), casado com uma de suas clientes (Renata Zhaneta).

Dependentes economicamente dos pais, os filhos escondem alguns segredos. Lucas (Vinicius Zinn), o mais velho, é militar, machista e tem um jeito clandestino de ganhar dinheiro. Edinho (Ricardo Vilaça), o do meio, furta pequenas somas da carteira da avó. Junior (Felipe Massuia), o caçula, é mimado e começa suas primeiras aventuras com as garotas.

Quando a família se reúne, geralmente apenas à mesa, fica bem claro o esfriamento das relações. Diversos conflitos vão desmascarar a verdade de cada um.

O cineasta Teixeira ("Criaturas que Nascem em Segredo" e "Carrego Comigo") realizou uma crônica da vida de uma classe média baixa que, apesar de não passar fome, leva uma existência precária e sem direito a sonhos.

Em seu primeiro papel como protagonista em cinema, Carla Ribas é o ponto alto do elenco. A atriz estreou no teatro depois dos 30 anos e brilhou em peças como "A Ver Estrelas", de João Falcão (1995).

No cinema, ela passou praticamente despercebida em pequenas participações nos filmes "No Meio da Rua" e "O Outro Lado da Rua", ambos de 2003.

(Por Neusa Barbosa, do Cineweb)