September 16, 2008 / 6:22 PM / 9 years ago

"Última Parada 174" é candidato brasileiro à indicação ao Oscar

4 Min, DE LEITURA

Por Marjorie Rodrigues

SÃO PAULO (Reuters) - O filme "Última Parada 174", de Bruno Barreto, foi escolhido nesta terça-feira pelo Ministério da Cultura como o candidato brasileiro à indicação ao prêmio de melhor filme em língua estrangeira no Oscar 2009.

O filme de Bruno Barreto, que concorria com outros 13 filmes nacionais, estreou no Festival Internacional de Cinema de Toronto, em agosto deste ano, quando, segundo o produtor Roberto Vitorino, foi bem recebido.

"Acredito que o filme agradará ao público nacional tanto quanto ao internacional", disse Vitorino à Reuters.

"O filme do Bruno trata de maneira diferente um fato que as pessoas pensam que conhecem", afirmou o produtor. "É uma das obras mais importantes da carreira de Bruno."

"Última Parada 174" é um filme de ficção baseado na história real de um sobrevivente de uma chacina no Rio de Janeiro que anos mais tarde sequestra um ônibus. A história foi contada no documentário "Ônibus 174", de José Padilha.

"É a história de um menino meigo e comum, que se torna o inimigo público número um, e da mulher que o adotou como filho", disse Barreto em entrevista à Globonews. "O que mais me interessa é o drama humano e não o episódio violento no final."

"O ser humano não nasce ruim, ele fica ruim. Essa é a coisa mais comovente numa história como esta", acrescentou o diretor.

Distribuído no Brasil pela Paramount, "Última Parada 174" abrirá o Festival de Cinema do Rio de Janeiro no dia 25 de setembro. Por enquanto, para cumprir as exigências do Oscar, está em cartaz em Jundiaí (SP), onde estreou no dia 12 de setembro. A mesma estratégia foi usada para que "Tropa de Elite" pudesse concorrer à indicação do Ministério da Cultura no ano passado.

"Grandes Chances"

Luiz Carlos Barreto, pai de Bruno e co-produtor do filme, comemorou a escolha do Ministério da Cultura. "É um grande mérito. Este é o primeiro filme que trata esta temática de dentro para fora, do ponto de vista do oprimido", disse ele à Reuters.

"Depois do 'Dona Flor', este é o melhor filme dele. 'Última Parada' faz jus à atual produção brasileira e acho que tem grandes chances", ponderou.

O diretor Bruno Barreto já concorreu ao Oscar de melhor filme em língua estrangeira com "O que é isso Companheiro?" (1997).

De acordo com o Ministério da Cultura, a escolha de "Última Parada 174" por uma comissão julgadora não foi unâmime, mas fruto de um consenso entre os seis integrantes da comissão.

No ano passado, o Minc escolheu "O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias" porque julgou que o filme tinha mais chances de estar entre os cinco indicados ao prêmio de melhor filme em língua estrangeira --o que não aconteceu. Desta vez, eles preferiram escolher uma obra que melhor representasse a cinematografia brasileira, segundo a assessoria do ministério.

Selecionados entre títulos de mais de 90 países, os cinco indicados ao Oscar na categoria filme estrangeiro serão anunciados em 22 de janeiro. A premiação acontece em fevereiro.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below