CORREÇÃO-Mãe etíope defende adoção de filha por Angelina Jolie

sábado, 17 de novembro de 2007 14:51 BRST
 

(Corrige o primeiro nome da mãe para Mentwabe)

Por Tsegaye Tadesse

AWASA, Etiópia (Reuters) - A mãe de um bebê etíope adotado pela atriz norte-americana Angelina Jolie negou no sábado que tenha tentado impedir a adoção, e disse que estava feliz que sua filha tenha encontrado o lar de uma estrela de Hollywood.

Em entrevista em sua pequena casa na cidade de Awasa, sul do país, Mentwabe Dawid rejeitou reportagens de jornais dos Estados Unidos e Europa esta semana, que afirmaram que ela queria o retorno de Zahara, de dois anos, para a Etiópia.

Suas palavras foram distorcidas, disse ela, por "chamados jornalistas", que teriam conversado com ela e alegaram que trabalhavam para a atriz ganhadora do Oscar.

"Nunca criei disputas com a adoção", disse Mentwabe à Reuters. "Foi um erro. Foi algo que eu nunca disse."

Na quinta-feira, a agência etíope que organizou a adoção disse que ela era "legal e irrevogável" e que a avó de Zahara havia dito a um tribunal de Adis-Abeba que sua filha estava morta.

  Continuação...