"É minha culpa", diz mãe de Britney sobre comportamento da filha

quinta-feira, 18 de setembro de 2008 13:47 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - A mãe da popstar Britney Spears assumiu na quarta-feira a culpa pelo comportamento da filha em 2007 e no começo deste ano, em uma entrevista à televisão.

No programa "Today", do canal NBC, Lynne Spears disse também que, de início, pensou que a filha mais nova, Jamie Lynn, estava brincando quando contou --em um bilhete-- que estava grávida aos 16 anos de idade.

"O bilhete dizia que ela estava grávida e que tudo ia ficar bem. Ela ia criá-lo... Pensei que fosse piada. Fiquei esperando o final da piada", disse Lynne Spears à entrevistadora, Meredith Vieira.

Jamie Lynn deu à luz uma menina, em junho, e cria a filha com seu namorado, numa casa no Mississippi.

Lynne, 53, disse que assume boa parte da culpa pelas crises dos últimos dois anos. Britney raspou a cabeça, foi a clínicas de reabilitação várias vezes, perdeu a guarda dos filhos e foi internada em uma clínica psiquiátrica.

"Como mãe, nós não nos culpamos sempre?", disse. "Assumi boa parte da culpa. Assumi toda a culpa. A personalidade que eu tenho, é sempre culpa minha".

Lynne escreveu uma autobiografia, intitulada "Through The Storm" ("Pela tempestade"), publicada nesta semana. O livro fala sobre a ascensão de suas filhas à fama.

Ela disse que sua família não sabia quão difícil seria a vida depois do primeiro sucesso de Britney, "Baby One More Time", de 1998, quando ela tinha 17 anos.

"Primeiro, há a lua de mel", disse. "Tudo é fabuloso. Veja as viagens maravilhosas que ela faz. Veja as pessoas maravilhosas que ela está conhecendo".

"Então, vem o lado feio das coisas e não estávamos prontos para isso".

Britney Spears, 26, se recuperou nos últimos seis meses, assim que seu pai assumiu o controle de seus negócios. Ela lançará um novo disco em dezembro. Na semana passada, ela ganhou três prêmios no MTV Video Music Awards.