Enid Blyton é eleita a escritora favorita da Grã-Bretanha

terça-feira, 19 de agosto de 2008 15:21 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A escritora de best-sellers J.K. Rowling sofreu uma rara derrota literária na terça-feira, quando Enid Blyton ficou em primeiro lugar em uma pesquisa para descobrir o autor ou a autora mais querido(a) da Grã-Bretanha.

Roald Dahl, autor de "A Fantástica Fábrica de Chocolate", ficou em segundo lugar. A criadora de Harry Potter, em terceiro.

Blyton vendeu mais de 500 milhões de livros no mundo todo e é mais conhecida pela série "Famous Five", dos anos 1940 e 1950, nos quais Julian, Dick, Anne, George e Timmy, o cachorro, derrotam sequestradores e contrabandistas.

Os críticos rotulam seus livros como sexistas, racistas e simplistas, mas as histórias de Blyton continuam bastante populares, vendendo mais de 10 milhões de cópias por ano. Os leitores deparam-se com um passado de crianças despreocupadas e adultos "bestiais".

"Estamos encantados com o fato de que o público britânico elegeu Enid Blyton a autora mais querida", disse Jeff Norton, diretor de desenvolvimento de marcas da Chorion, detentora dos direitos de Enid Blyton.

"Seu jeito de contar histórias é atemporal e o resultado (da pesquisa) confirma que seus livros ainda são firmes favoritos até hoje."

Com os três primeiros lugares dominados por autores infantis, Jane Austen apareceu em quarto lugar e Shakespeare em quinto, enquanto autores como Philip Pullman e Ian Fleming, criador do James Bond, não chegaram à lista dos 50 autores preferidos.

A pesquisa, feita com 2 mil adultos entrevistados nas primeiras duas semanas de agosto pela One Poll, marca os prêmios Costa Book de 2008.

"O que é interessante sobre esta pequisa é como ela reforça a importância da leitura na infância e demonstra quão influenciados somos na vida adulta pelos autores e livros que lemos quando crianças", disse um porta-voz da Costa.

(Por John Joseph)