Autor holandês famoso por texto sexual morre aos 81 anos

sexta-feira, 19 de outubro de 2007 17:02 BRST
 

AMSTERDÃ (Reuters) - O autor e escultor holandês Jan Wolkers, controverso pelo sexo explícito nos seus textos e depois famoso pelas criações com vidro e aço, morreu nesta sexta-feira aos 81 anos, informou a editora dele.

Considerado um dos mais importantes escritores holandeses do período pós Segunda Guerra Mundial, Wolkers viu seu trabalho inicialmente chocar na década de 1960 por conta das descrições sexuais. Entre seus melhores romances estão "Uma Rosa de Carne" e "Delícias Turcas" em 1969, que se tornou um filme mais tarde.

Os livros de Wolkers se concentram em romper com uma criação protestante rígida, luxúria, perda e morte.

Da década de 1980 para a frente, ele conquistou vários prêmios literários holandeses, mas se concentrou na escultura. Ele é reconhecido pelo monumento de Auschwitz em Amsterdã que lembra as vítimas dos nazistas alemães.

Wolkers morreu enquanto dormia em sua casa na ilha holandesa de Texel, disse em nota a editora De Bezige Bij.

(Por Gilbert Kreijger)