Obras de Picasso e Portinari são roubadas do Masp

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007 11:03 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Um quadro do pintor espanhol Pablo Picasso e outro do brasileiro Cândido Portinari foram roubados na madrugada desta quinta-feira do Museu de Arte de São Paulo, informou a assessoria de imprensa do Masp, que citou as obras como duas das principais do acervo.

O roubo das telas "Retrato de Suzanne Bloch", concluída por Picasso em 1904, e "O Lavrador de Café", entregue por Portinari em 1939, levou o Masp a fechar ao menos pelos próximos dias, de acordo com a assessoria de imprensa.

No fim de outubro houve uma tentativa de dois homens de invadir o museu, mas eles acabaram fugindo sem levar nada.

A direção do museu não vai se pronunciar a pedido da polícia, segundo a assessoria.

A obra de Picasso (1881-1973) que foi roubada foi feita sobre óleo e tem medida de 65 por 54 centímetros. A de Portinari (1903-1962), com medida de 1 metro por 80 centímetros, também foi pintada sobre óleo e retrata um negro em uma das fazendas cafeicultoras do início do século.

(Reportagem de Maurício Savarese)