21 de Fevereiro de 2008 / às 15:32 / 10 anos atrás

ESTRÉIA-"Antes de Partir" traz Jack Nicholson e Morgan Freeman

SÃO PAULO (Reuters) - A comédia “Antes de Partir” conta com uma dupla de astros, Jack Nicholson e Morgan Freeman, e investe no humor negro para contar a história de dois sessentões que partem em viagem de aventuras depois de descobrir que têm apenas um ano de vida.

Dirigido pelo experiente Rob Reiner (“Harry e Sally”, “Dizem por Aí”), o filme embarca na idéia de uma lista de desejos que os dois homens fazem juntos depois que se conhecem no hospital.

Na verdade, o encontro dos dois, que pertencem a classes sociais muito diferentes, seria pouco provável. Ele só aconteceu porque o bilionário Edward Cole (Jack Nicholson), dono de hospitais e louco por lucros, impôs um regulamento que proíbe quartos individuais. Pela regra, são no mínimo dois pacientes em cada um.

Doente, ele precisa dividir o espaço com o mecânico Carter Chambers (Morgan Freeman), dependente de planos de saúde. Mas sua doença é a mesma -- câncer -- e o prognóstico de uma sobrevida muito breve acaba por uni-los.

O plano é, então, uma longa viagem pelo mundo, em que Cole pagará todas as contas do amigo pobretão. Cole não precisa dar-se ao trabalho de avisar ninguém da família, porque sua vida amorosa resume-se a uma longa coleção de divórcios e relacionamentos-relâmpago.

O mesmo não acontece com Carter, casado há 40 anos com Virginia (Beverly Todd), pai de três filhos. Mesmo assim, ele se enche de coragem e convence a mulher, a contragosto, de que precisa aproveitar esta oportunidade.

Assim, os dois madurões põem-se a bordo do jatinho do bilionário e viajam a locais que estão sempre nos roteiros turísticos mais conhecidos do mundo -- as pirâmides do Egito, o Himalaia, o Taj Mahal, entre outros.

As aventuras passam por saltar de pára-quedas e dirigir um possante Mustang Shelby a toda velocidade.

Repetindo pela enésima vez papéis que já fizeram antes, Freeman encarna o homem sensato e de bons sentimentos, enquanto Nicholson fica com a vaga de cínico e debochado de plantão.

Entre uma escala e outra, Carter tenta injetar um pouco de sentimentos no coração de Cole, convencendo-o de que deve procurar sua filha, que se afastou dele há anos.

Cole, por sua vez, acha que Carter precisa sair com outra mulher além da sua, coisa que ele nunca fez até hoje, antes de passar desta para melhor.

Contando com dois atores deste quilate, ao lado de Sean Hayes (da série “Will & Grace”), a comédia tem seus bons momentos.

Mas, surfando em tantos clichês, impossível não pensar que um filme melhor poderia ter sido feito com a parceria destes atores. Antes que seja tarde.

Por Neusa Barbosa, do Cineweb

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below