Sambora, guitarrista do Bon Jovi, é acusado de dirigir bêbado

terça-feira, 22 de abril de 2008 15:59 BRT
 

Por Dan Whitcomb

LOS ANGELES (Reuters) - Richie Sambora, guitarrista da banda de rock Bon Jovi, foi acusado formalmente na terça-feira de dirigir embriagado, depois de ser preso em março em Laguna Beach, na Califórnia.

O roqueiro de 49 anos foi acusado por promotores em Orange County, sul de Los Angeles, por dois delitos: dirigir sob o efeito do álcool e com níveis de álcool no sangue superiores ao limite permitido na Califórnia, que é de 0,08 por cento.

Ao anunciar a acusação, os promotores disseram que o nível de álcool no sangue de Sambora era de 0,13 por cento ao ser parado pela polícia de Laguna Beach enquanto vagava pela ruas em seu Hummer preto.

Se condenado, o guitarrista pode passar seis meses na prisão. Ele tem de comparecer ao tribunal no dia 7 de maio.

A polícia recomendou não fazer acusação formal contra Sambora, mas os promotores discordaram, pois duas das três passageiras que estavam no carro eram menores.

As autoridades se recusaram a identificá-las, mas sabe-se que Sambora tem uma filha de 10 anos com a atriz Heather Locklear.

"Acreditamos que, para propor uma acusação de risco a crianças, teria de haver circunstâncias agravantes", disse Farrah Emami, porta-voz do procurador do Distrito. Segundo ela, dirigir irregularmente ou exceder o limite de velocidade são exemplos desses agravantes.

Sambora, que foi internado em clínicas de reabilitação duas vezes em 2007, foi preso no dia 25 de março, quando não passou em um teste de sobriedade aplicado por autoridades.

A banda Bon Jovi foi formada em Nova Jersey nos anos 1980 e é conhecida pelos sucessos "Livin' On a Prayer", "You Give Love a Bad Name" e "I'll be there for you".