Site pirata de músicas inéditas é fechado por polícia na Europa

terça-feira, 23 de outubro de 2007 09:50 BRST
 

Por Luke Baker

LONDRES (Reuters) - As polícias britânica e holandesa fecharam nesta terça-feira uma das maiores fontes mundiais de pirataria de música na fase de pré-lançamento, em uma operação na qual foi preso um homem de 24 anos.

As batidas policiais em Amsterdã e na cidade de Middlesbrough, ao norte da Inglaterra, aconteceram após dois anos de investigação sobre o site www.OiNK.cd, que permitia aos usuários o download de álbuns antes do lançamento.

A pirataria de material inédito tem sido custosa à indústria fonográfica, que enfrenta queda nas vendas de CDs.

Estima-se que 180 mil usuários-membros pagavam "doações" via cartão de débito ou de crédito para ter acesso ao catálogo de músicas do OiNK e a outras mídias no site.

Especialistas na indústria afirmam que o site forneceu acesso a mais de 60 álbuns antes de seu lançamento apenas neste ano.

"Não se tratava de um caso de amigos trocando canções. Era uma rede mundial para ter acesso a músicas que eles não tinham direito e para colocá-las na Internet", disse Jeremy Banks, chefe da unidade antipirataria da Federação Internacional da Indústria Fonográfica (IFPI, na sigla em inglês), que ajudou a polícia na investigação.

A polícia britânica disse que prendeu um homem de 24 anos suspeito de conspirar para a fraude e por infração de direitos autorais. A polícia holandesa apreendeu servidores e outros equipamentos de computação.