Instituto da USP põe na Internet 1o dicionário de português

quinta-feira, 24 de abril de 2008 12:06 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O Instituto de Estudos Brasileiros (IEB) da Universidade de São Paulo colocou na Internet os cerca de 44 mil verbetes do primeiro dicionário da língua portuguesa. Os primeiros volumes da obra "Vocabulário Portuguez e Latino", do padre Raphael Bluteau, foram publicados em 1712.

A digitalização da obra faz parte de projeto do instituto para facilitar a consulta de livros raros e de difícil acesso pelo público em geral. Bluteau nasceu em Londres e mudou-se para Portugal em 1668.

"Foi um grande trabalho. São aproximadamente 44 mil verbetes que tivemos que listar para consultas online", explicou a idealizadora e coordenadora do projeto no IEB, Márcia Moisés Ribeiro, à Reuters. Ao todo, o trabalho de digitalização levou cerca de um ano e quatro meses e foi concluído este mês.

Por ser um dicionário antigo, foi necessário pensar num sistema de busca de verbetes que englobasse tanto a grafia original da palavra no dicionário quanto sua grafia equivalente no português do Brasil atual, disse a pesquisadora.

"O sistema de pesquisa foi bem difícil de fazer. Estruturamos todos os quase 44 mil verbetes para que eles possam ser procurados tanto com a ortografia da época quanto pela que usamos hoje, para facilitar", disse Márcia.

Este é o segundo dicionário raro digitalizado pelo IEB, o primeiro foi o "Medicina Popular", também disponível gratuitamente no site do IEB em www.ieb.usp.br/online.

O instituto trabalha para disponibilizar em breve novos dicionários raros para consulta, todos relacionados à língua portuguesa ou à cultura brasileira.

A digitalização do "Vocabulário Portuguez e Latino" teve colaboração financeira da Biblioteca Guita e José Mindlin. "A idéia do projeto não é fazer dinheiro, a parceria do IEB com Mindlin foi feita com a intenção de facilitar o acesso a obras raras, de grande utilidade e de difícil acesso", disse Márcia.

(Reportagem de Rodolfo Barbosa)