ESTRÉIA-Novo longa de "Arquivo X" investe em novos públicos

quinta-feira, 24 de julho de 2008 10:54 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Os protagonistas são, é claro, os mesmos, os agentes do FBI Fox Mulder (David Duchovny) e Dana Scully (Gillian Anderson). O diretor, Chris Carter, também. Mas o segundo longa baseado na famosa série de TV, "Arquivo X -- Eu Quero Acreditar", procura não só ressuscitar o velho charme que costumava exercer sobre milhões de fãs em todo o mundo como ganhar novos espectadores.

O filme tem estréia mundial nesta sexta-feira e é lançado no Brasil apenas em cópias legendadas.

Surgindo dez anos depois do primeiro longa sobre o mesmo tema, "Arquivo X -- o Filme", este segundo trabalho com certeza remete ao seriado, que durou nove temporadas e terminou em 2002.

Mas, toda vez que o roteiro se refere a detalhes que só os fanáticos por "Arquivo X" costumam saber de cor -- como o que aconteceu à irmã desaparecida de Mulder --, rapidamente algum dos personagens dá explicações. Mesmo quem nunca tenha assistido a um único capítulo do seriado não ficará perdido.

Fãs da série podem sentir falta de alienígenas, tão comuns nos episódios da TV. O sobrenatural fica limitado à paranormalidade, ainda assim, sempre posta em dúvida, de um padre, Joseph Crissman (o ator escocês Billy Connolly, de "Sua Majestade, Mrs. Brown"). Supostamente vidente, Joseph é também um informante muito duvidoso, por se tratar de um pedófilo que já cumpriu pena.

Outra diferença em relação ao seriado, esta sim atendendo aos pedidos dos fãs ao longo dos anos, é o envolvimento amoroso entre os dois protagonistas.

Nesta história, Mulder e Scully mostram claramente que vivem juntos há bastante tempo. Os dois se afastaram do FBI. Mulder inclusive guarda muita mágoa sobre a maneira agressiva como isto aconteceu. Scully, por sua vez, dedica-se inteiramente à pediatria, particularmente interessada em encontrar opções de tratamento para um pequeno doente terminal.

Apesar de tudo, os dois ex-agentes são procurados pelo FBI novamente, para atuar no caso do desaparecimento de uma outra policial.

Próximo ao local onde ela foi atacada, foi encontrado um braço decepado, enterrado na neve. Detalhe macabro, que levanta a suspeita do envolvimento de uma quadrilha de traficantes de órgãos.   Continuação...

 
<p>Os atores David Duchovny (direita)) e Gillian Anderson, protagonistas de 'Arquivo X -- Eu Quero Acreditar', acenam para o p&uacute;blico durante estr&eacute;ia do filme em Hollywood. Photo by Mario Anzuoni</p>