Cantor Pete Doherty promete continuar longe das drogas

quarta-feira, 24 de outubro de 2007 12:55 BRST
 

LONDRES (Reuters) - O cantor Pete Doherty prometeu na quarta-feira continuar longe das drogas, após uma juíza ter cancelado o restante dos meses de sua pena de tratamento obrigatório para o vício.

A promessa de Doherty foi feita do lado de fora do tribunal, apenas alguns instantes após a juíza tê-lo parabenizado por seu progresso no tratamento para o vício das drogas.

"Acho que eu vou ter quê", disse ele. "Isso é apenas o começo, vocês sabem o que eu digo. Minha vida mudou, mas eu ainda sou um pouco vacilante. Estou levando um dia de cada vez."

Cercado por repórteres e dezenas de fotógrafos, Doherty, de 28 anos, disse que apenas gostaria "de pegar a estrada com os rapazes" para tocar música com sua banda Babyshambles.

A Corte de Magistrados do leste de Londres recebeu informações de que Doherty havia conseguido bons progressos em sua luta contra as drogas.

A audiência de revisão foi realizada para dimensionar seu progresso na reabilitação, após uma série de aparições no tribunal nos últimos meses.

Doherty vinha realizando dois dias por semana de tratamento voluntário para drogas e participando de reuniões dos Alcoólicos Anônimos.

A juíza Jane McIvor cancelou os últimos seis meses de sua reabilitação obrigatória.

"Eu vou cancelar os últimos seis meses da ordem", disse ela. "Não há necessidade de supervisão ou pagamento do Estado porque o projeto já está funcionando, os especialistas me convenceram, e ele será seguido."

O cantor, ex-parceiro da modelo Kate Moss, foi detido várias vezes por porte de drogas nos últimos meses.

(Por Andrew Hough)