Universal Music assina contrato com Rolling Stones

sexta-feira, 25 de julho de 2008 11:52 BRT
 

LONDRES (Reuters) - A Universal Music assinou um contrato de gravação exclusivo, mundial e de longo prazo com os Rolling Stones, em um acordo que deverá prejudicar a antiga gravadora da banda, a EMI.

A EMI passou a ser controlada pela companhia Terra Firma em 2007 e, desde então, tem sofrido para manter seus principais artistas.

De acordo com reportagens, a produtora de shows Live Nation também tentava assinar um contrato com o grupo.

A Universal, a maior gravadora do mundo, disse em um comunicado que o novo acordo cobre os próximos discos dos Rolling Stones e o seu catálogo, incluindo álbuns como "Sticky Fingers", "Angie" e "Black and Blue".

Estima-se que os Rolling Stones já tenham vendido mais de 200 milhões de discos em todo o mundo.

"A Universal é formada por pessoas com pensamento avançado e criativo", disse a banda em um comunicado. "Estamos realmente ansiosos para trabalhar com eles."

Em março, a Universal lançou a trilha sonora do documentário "Shine a Light", dirigido por Martin Scorsese. Agora, lançará todas as gravações da banda pelo selo Polydor, além de deter os direitos físicos e digitais das obras.

"A Universal está planejando uma campanha de longo prazo, sem precedentes, para relançar todo o catálogo dos Rolling Stones na era digital", disse a empresa.

(Reportagem de Kate Holton)

 
<p>A banda inglesa de rock Rolling Stones chega para premi&eacute;re do fdocument&aacute;rio de Martin, ' Shine A Light , em Londres, dia 2 de abril. A Universal Music assinou um contrato de grava&ccedil;&atilde;o exclusivo, mundial e de longo prazo com os Rolling Stones, em um acordo que dever&aacute; prejudicar a antiga gravadora da banda, a EMI. Photo by Kieran Doherty</p>