ENTREVISTA-Johnny Rivers repete hits e testa fase jazz no Brasil

quarta-feira, 30 de abril de 2008 11:50 BRT
 

Por Fernanda Ezabella

SÃO PAULO (Reuters) - Longe dos palcos brasileiros há dez anos, Johnny Rivers volta ao país para cantar seus antigos hits, como "Do You Wanna Dance" e "Baby I Need Your Lovin"', numa maratona de oito shows em sete cidades.

Apesar do sumiço no cenário musical nas últimas décadas, o cantor, compositor, guitarrista e produtor norte-americano está gravando um álbum de inéditas, com músicos de jazz, do qual pretende apresentar algumas canções nos shows que começam em São Paulo, dia 8 e 9 de maio.

Mas, para os fãs de "Secret Agent Man" e "You've Lost That Lovin' Feelin", ele garante que não os decepcionará.

"Vou tocar umas duas novas do meu novo CD que estou trabalhando no momento e, claro, os velhos hits. Vou tocar também aquelas que foram grandes sucesso só ai no Brasil", disse Rivers, 65 anos, à Reuters, explicando que "Do you Wanna Dance" e "It's Too Late" só viraram hits por aqui.

Das oito ou nove visitas que Rivers disse já ter feito ao Brasil, sua melhor lembrança é o show gratuito para 70 mil pessoas no parque Ibirapuera, em 1998.

"Tenho uma lembrança muito boa daquele show no parque. Era gente a perder de vista, como um oceano", disse Rivers por telefone de Los Angeles.

"No dia seguinte, estávamos na capa dos jornais, com uma grande foto do show. Foi inesquecível", disse ele, que afirmou ter visitado o Brasil pela primeira vez em 1966.

Rivers é um músico versátil que, embora conhecido pela pegada rock and roll, já gravou discos gospel e de reggae. Ficou famoso nos anos 1960 e 1970, tendo muitos covers entre seus principais hits, como "Memphis", de Chuck Berry, "Pretty Woman", de Roy Orbison, e "Baby I Need Your Lovin"', do Four Tops.   Continuação...