ESTRÉIA-Falabella leva humor ao cinema com "Polaróides Urbanas"

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008 11:13 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - Ator, diretor teatral, dramaturgo e autor de novelas, Miguel Falabella estréia agora como diretor de cinema com a comédia "Polaróides Urbanas", que entra em cartaz na sexta-feira. No elenco, nomes conhecidos como Marília Pêra e Arlete Salles.

A única experiência cinematográfica de Falabella havia sido como um dos roteiristas da adaptação de um de seus maiores sucessos teatrais, "A Partilha", levado ao cinema em 2001 sob a direção de Daniel Filho.

Antes de estrear no Brasil, "Polaróides Urbanas" ganhou o prêmio do público, melhor roteiro e melhor atriz (para Marília Pêra) no 11o Festival de Cinema Brasileiro em Miami, em junho de 2007.

Mais uma vez, o roteiro é baseado em um texto teatral de Falabella, "Como Encher um Biquíni Selvagem". No teatro, o monólogo estreou em 1992 e ficou cinco anos em cartaz, com a atriz Claudia Gimenez.

Em princípio, era Claudia que iria protagonizar o filme, mas acabou desistindo porque, segundo Falabella, ela não se sentiria bem vendo outros atores fazendo os demais papéis que também foram seus no teatro.

Assim, no cinema, o monólogo ganhou outras dezenas de personagens. A protagonista é Magali (Marília Pêra), uma dona-de-casa entediada que vai ao teatro ver a tragédia "Antígona", na esperança de descobrir que sua vida não é tão ruim. No palco, a estrela Lise Delamare (Arlete Salles) tem um ataque dos nervos.

As duas personagens frequentam a mesma psicanalista (Natália do Vale). No divã, Magali se queixa da irmã gêmea Magda (também interpretada por Marília), uma perua que dá pouca atenção a ela, viaja o tempo todo e traz presentes sem graça como chaveiros, além de telefonar sempre a cobrar.

A médica também enfrenta seus problemas. A filha Melanie (Ana Roberta Gualda) acusa-a de negligência e acha que só recebeu carinho da governanta (Neuza Borges).

A melhor amiga de Melanie é Vanessa (Juliana Baroni), uma garota ambiciosa que troca o namorado Mike (Nicolas Trevijano) por Arnaldo (Alexandre Slaviero), filho de Magali e Arnaldo (Otávio Augusto).

Como em suas peças e telenovelas ("Salsa e Merengue" e "A Lua Me Disse"), Falabella busca um humor simples, baseado em tipos comuns e de fácil identificação com o público.

(Por Alysson Oliveira, do Cineweb)