Robert Wagner pensou em matar Warren Beatty por Natalie Wood

sexta-feira, 26 de setembro de 2008 11:00 BRT
 

Por Christian Wiessner

NOVA YORK (Reuters) - O ator Robert Wagner diz que ficou tão arrasado com o fim de seu primeiro casamento com a atriz Natalie Wood que pensou em se suicidar e ficava sentado com uma arma diante da casa do amante dela, Warren Beatty, decidido a matá-lo.

Lançada esta semana, a autobiografia de Wagner, "Pieces of My Heart," revela detalhes sobre sua carreira e sua vida, incluindo a separação de Wood, a decisão deles de se casarem novamente, dez anos depois, e a morte dela por afogamento em 1981.

"Eu era muito jovem. Acho que eu não teria chegado a concretizar o ato, mas eu estava muito, muito frustrado e aflito", disse Wagner, de 78 anos, à Reuters em entrevista.

Beatty, que conheceu Natalie Wood no set de "Clamor do Sexo" em 1961, era "sedutor, atraente. Ele era o cara", disse Wagner.

A família de Robert Wagner se mudou para Los Angeles no final dos anos 1930, e ele passou a frequentar círculos de Hollywood quando ainda era criança. Fred Astaire o buscava na escola, porque Wagner era amigo do enteado do legendário dançarino. Ele carregou os tacos de golfe de Clark Gable e namorou a filha da atriz Gloria Swanson.

Wagner assinou contrato com a 20th Century Fox. Quando ele tinha 22 anos, conheceu Barbara Stanwyck, então com 45, no set de "Náufragos do Titanic", e eles tiveram um relacionamento discreto que durou quatro anos. Wagner disse que ela foi seu primeiro amor.

"A coisa mais importante que ela me deu foi um senso de auto-estima", disse ele. "O fato de ela me ver como me via e dedicar tempo para ficar comigo significou tudo para mim."

Wagner e Natalie Wood se casaram em 1957. Quando se divorciaram, sua carreira decolou com um papel no sucesso "A Pantera Cor-de-Rosa". Ele passou para a televisão com "O Rei dos Ladrões" e protagonizou os seriados "Switch" e "Casal 20".   Continuação...

 
<p>O ator Robert Wagner responde a perguntas durante programa de televis&atilde;o nos Estados Unidos, no dia 12 de janeiro de 2007. Ele diz que ficou t&atilde;o arrasado com o fim de seu primeiro casamento com a atriz Natalie Wood que pensou em se suicidar e ficava sentado com uma arma diante da casa do amante dela, Warren Beatty, decidido a mat&aacute;-lo. REUTERS/Phil McCarten (UNITED STATES) (Newscom TagID: rtrphotos2809781) [Photo via Newscom]</p>