Favoritos eternos lideram disputa por Nobel de literatura

quarta-feira, 1 de outubro de 2008 13:40 BRT
 

Por Adam Cox e Johan Sennero

ESTOCOLMO (Reuters) - Escritores que são favoritos perenes, desde o romancista americano Philip Roth até o japonês Haruki Murakami, lideram a lista de possíveis ganhadores do Prêmio Nobel de Literatura deste ano.

A casa de apostas britânica Ladbrokes dá a preferência, pagando 3 por 1, ao acadêmico e jornalista italiano Claudio Magris, seguido pelo israelense Amos Oz e a norte-americana Joyce Carol Oates.

O último colocado nas apostas da Ladbrokes, com 150 por 1, é o cantor e letrista Bob Dylan.

Mas o segredo que cerca as deliberações do comitê do Nobel sobre o mais ilustre prêmio literário anual no mundo é tão grande que até mesmo a data do prêmio é mantida em sigilo até pouco antes de ser divulgada a notícia do vencedor.

As datas dos outros prêmios Nobel -- de ciências, economia e paz -- são marcadas com bastante antecedência. O primeiro, de fisiologia ou medicina, será anunciado em 6 de outubro.

Os apostadores não são os únicos a brincar de oráculo com relação aos prêmios Nobel, criados por Alfred Nobel, o inventor da dinamite, em seu testamento e que foram entregues pela primeira vez em 1901. Editores e escritores frequentemente participam desse processo.

O romancista norte-americano Michael Chabon fez uma lista dos escritores que ele gostaria de ver ganharem o prêmio. A lista é encabeçada por Ursula K. Leguin e inclui Michael Ondaatje, Cormac McCarthy, J.G. Ballard e Philip Roth.

"Todos os anos torcemos por Philip Roth", disse ele à Reuters por e-mail.   Continuação...