"Chihuahua" bate Crowe e DiCaprio nas bilheterias

domingo, 12 de outubro de 2008 14:00 BRT
 

LOS ANGELES (Reuters) - A nova trama de terrorismo "Rede de Mentiras" não conseguiu chegar no topo das bilheterias do final de semana na América do Norte neste domingo, tornando-se a última vítima da aversão a filmes que tratam de temas relacionados a intrigas no Oriente Médio.

O filme orçado em 70 milhões de dólares da Warner Bros., estrelado por Russell Crowe e Leonardo DiCaprio como espiões norte-americanos, ficou com o terceiro lugar na preferência, com faturamento de 13,1 milhões de dólares, atrás do campeão "Beverly Hills Chihuahua" e do filme de baixo custo "Quarentena".

Beverly Hills Chihuahua, um filme de comédia familiar da Walt Disney Co, com um elenco de cachorros falantes, faturou 17,5 milhões de dólares nos últimos três dias desde sexta-feira, puxando seu faturamento em dez dias para 52,5 milhões de dólares.

Quarentena seguiu no segundo lugar, com 14,2 milhões de dólares. O filme de 12 milhões de dólares foi lançado pela Screen Gems, uma unidade da Sony Corp.

Outra novidade foi a trama esportiva "The Express", da Universal Picture, que custou 38 milhões de dólares e ficou com o sexto lugar, com apenas 4,7 milhões de dólares de faturamento. O estúdio é uma unidade da NBC Universal, da General Electric Co's.

A Warner Bros., uma unidade da Time Warner, vinha prevendo que "Redes de Mentiras" iria ser lançado já em primeiro lugar, com uma soma de três dias possivelmente alcançando entre dez e vinte milhões de dólares.

"Eu estou um pouco desapontado", disse Dan Fellman, presidente de distribuição doméstica do estúdio. "Ele é muito bom para a receita que registrou".

Ele disse que a questão do tema do filme pode ter sido muito forte para espectadores que buscavam um pouco de fuga em tempos de turbulência financeira global. Outro fator que não ajudou foi que outros filmes relacionados à guerra no Iraque, como "O suspeito", "A lei da guerra" e "No vale das sombras", também fracassaram nas bilheterias.

(Reportagem de Dean Goodman)