Celebridades encorajam jovens dos EUA a votar, diz estudo

terça-feira, 21 de outubro de 2008 15:40 BRST
 

Por Michelle Nichols

NOVA YORK (Reuters) - As iniciativas de celebridades como Beyonce Knowles, Christina Aguilera e Sean "P.Diddy" Kombs para incentivar os jovens a votar foram bem sucedidas, mostrou uma pesquisa na terça-feira.

"As celebridades têm o poder de motivar o engajamento cívico, não importa qual sua opinião sobre os assuntos abordados", de acordo com um estudo da Universidade Estadual de Washington publicado no jornal de Comunicação de Massa e Sociedade.

O estudo, baseado em uma pesquisa com 305 estudantes da universidade, foi contrastado com várias outras pesquisas que indicaram que o apoio de celebridades a candidatos presidenciais não faz os eleitores mudarem de opinião.

Diz o texto: "as campanhas apoiadas por celebridades diminuíram a complacência e ajudaram os jovens a acreditar em seu proóprio impacto no sistema político. Os jovens se envolveram em maiores níveis e se tornaram cada vez mais cientes das questões sociais".

O estudo, liderado por Erica Austin, pesquisou a influência das campanhas "saia e vote" feitas em 2004 por Knowles, Aguilera, Combs e outras celebridades. O estudo citou uma pesquisa de 2004 da Universidade Pace, que mostrou que 44 por cento dos eleitores recentemente registrados tinham idades entre 18 e 25 anos.

O estudo descobriu que "a causa desse aumento dramático na participação de jovens em 2004 pode ser largamente atribuído às campanhas 'saia e vote' das celebridades".

Cerca de 44 milhões de pessoas com idades entre 18 e 25 anos poderão votar nas eleições presidenciais de 4 de novembro. Caso o voto jovem exceda 50 por cento, será a terceira vez que isso acontecerá desde 1972, quando a idade mínima para o voto foi reduzida para 18 anos.

A participação dos jovens chegou a 55 por cento em 1972 e caiu para 40 por cento em 1996 e 2000, mas subiu novamente para 49 por cento em 2004.

Celebridades como Jessica Alba, Leonardo DiCaprio, Halle Berry, Jennifer Aniston, Ashton Kutcher, Eva Longoria e Dustin Hoffman se envolveram neste ano nas campanhas para incentivar as pessoas a votar.