ESTRÉIA-Documentário premiado aborda escândalo de Abu Ghraib

quinta-feira, 30 de outubro de 2008 12:38 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Vencedor do Oscar de documentário em 2004 com "Sob a Névoa da Guerra", em que entrevistava o ex-secretário de Defesa norte-americano Robert McNamara sobre a 2a Guerra Mundial e a Guerra do Vietnã, o cineasta Errol Morris investe em outro tema incômodo em seu novo trabalho, "Procedimento Operacional Padrão".

O ganhador do Grande Prêmio do Júri (Urso de Prata) no Festival de Berlim 2008, o documentário investiga os personagens e os motivos por trás do grande escândalo de Abu Ghraib, em 2003, quando foram divulgadas as fotos de detidos naquela prisão iraquiana em situações de tortura e humilhação.

Várias dessas fotos, que correram o mundo, traziam igualmente os militares norte-americanos responsáveis pelos crimes. O documentarista ouve vários deles, que foram processados e presos. Como a soldado Lynddie England, vista em fotos puxando prisioneiros por uma coleira de cachorro.

Um dos depoimentos mais explosivos é o da coronel Janis Karpinski. Ex-general encarregada das prisões no Iraque e rebaixada depois do inquérito em torno de Abu Ghraib, ela não se nega a criticar seus superiores, chegando até ao ex-secretário da Defesa do governo de George W. Bush, Donald Rumsfeld.

Outro depoimento importante é de Brent Pack, oficial encarregado da investigação em torno das fotos de Abu Ghraib. Além de dar detalhes sobre o minucioso trabalho técnico deste inquérito, ele comenta os estragos que o escândalo produziu sobre a imagem dos EUA e que colocou em dúvida a própria legitimidade de sua intervenção no Iraque.

Além das entrevistas, o documentário recorre a reencenações de várias das situações reveladas pelas fotos usando atores - o que torna diversas delas muito mais reais e impressionantes.

(Por Neusa Barbosa, do Cineweb)