Mostra lança nova luz em foto "Soldado Tombando" de Robert Capa

terça-feira, 11 de novembro de 2008 14:28 BRST
 

Por Angus McSwan

LONDRES (Reuters) - Ela é uma das fotos de guerra mais famosas de todos os tempos, mas também está entre as mais controversas.

Agora uma exposição em Londres sobre o trabalho do fotógrafo Robert Capa lança luz nova sobre sua foto de um miliciano da guerra civil espanhola no momento em que recebe um tiro fatal.

A foto "O Soldado Tombando", feita no front de Córdoba em 1936, mostra o miliciano de camisa branca caindo para trás, com os braços abertos para os lados, deixando seu fuzil cair.

Ela deu fama instantânea ao húngaro Capa, e acabou sendo vista como símbolo da luta contra o fascismo.

Mas, com o passar dos anos, dúvidas foram levantadas quanto a sua veracidade. Houve sugestões de que ela teria sido posada. O próprio Capa deu poucas indicações sobre as circunstâncias em que a foto foi feita.

A exposição "Isto é Guerra - Robert Capa Trabalhando", no Barbican Centre, em Londres, reúne todas as imagens conhecidas feitas naquele dia em setembro de 1936 por Capa e sua companheira Gerda Taro.

Ela também inclui outros trabalhos dele feitos na Espanha, fotos da Guerra sino-japonesa, em 1938, e das tropas americanas desembarcando nas praias da Normandia no Dia D em 1944, além de revistas originais e de anotações e cartas de Capa.

A coleção teve curadoria do biógrafo de Capa, Richard Whelan, que morreu no ano passado. Kate Bush, diretora de galerias do Centro Barbican, disse à Reuters que Whelan enviou respostas aos céticos em relação a "O Soldado Tombando".   Continuação...

 
<p>Visitante olha foto "O Soldado Tombando", de Robert Capa, numa exposi&ccedil;&atilde;o em Londres. REUTERS/Arnd Wiegmann</p>