Ferramenta do Google Earth permite passeio pela Roma antiga

quarta-feira, 12 de novembro de 2008 16:26 BRST
 

Por Stephen Brown

ROMA (Reuters) - O chefe de tecnologia do Google, Michael T. Jones, esteve em Roma para lançar uma nova ferramenta do "Google Earth and Maps", serviço tridimensional que permite a usuários navegar por imagens de satélite de ruas de cidades. A nova ferramenta possibilitará visitas virtuais à Roma antiga, ambientada na época de 320 a.C.

Baseada na arquitetura virtual da cidade antiga criada por acadêmicos italianos e norte-americanos, a novidade permite que 400 milhões de pessoas que visitam o Google Earth entrem no Fórum da Roma antiga "ou passeiem pelo Circus Maximus e imaginem ser Ben Hur", disse Jones.

"É uma experiência de uma Roma viva, vibrante, imperial. Não é arqueológica. É como se você vivesse em Roma", acrescentou ele de dentro do escritório do prefeito, do topo da Colina do Capitólio, com a vista do Fórum, do Coliseu e do Monte Palatino.

Jones, o co-fundador do Google Earth and Maps, disse que esta é a última de uma série de ferramentas educativas do Google que não têm necessariamente um apelo ao lucro.

O Google trabalhou com as Nações Unidas para fazer imagens com proximidade de campos de refugiados em Darfur com o intuito de aumentar a consciência em relação às atrocidades. Também é possível fazer uma visita virtual ao campo de concentração de Auschwitz e reviver os horrores de holocausto.

"Nós não pretendemos ganhar dinheiro com tudo o que fazemos", disse Jones, contrastando essa posição com a das companhias aéreas que "ganham dinheiro com a passagem, a bebida, os biscoitos, mas em melhores épocas, ganhavam com os tickets e todo o resto era parte do serviço."

"No nosso caso, nós vendemos publicidade em associação com os serviços do Google, mas todo o resto que fazemos em ampla medida é para o bem da humanidade", disse ele.

(Reportagem de Stephen Brown)