McCartney defende lançamento de faixa "mítica" dos Beatles

segunda-feira, 17 de novembro de 2008 13:41 BRST
 

LONDRES (Reuters) - Uma faixa inédita e experimental da banda britânica The Beatles pode vir a público 41 anos depois de gravada nos estúdios Abbey Road, em Londres, disse o ex-Beatle Paul McCartney.

Um dos dois membros sobreviventes da banda de maior sucesso da história, McCartney disse à Rádio BBC que "Carnival of Light" foi um exemplo dos Beatles em seu momento de maior liberdade, "saindo dos eixos."

"Eu disse que seria maravilhoso divulgar isso, porque mostraria que estávamos trabalhando com coisas realmente de vanguarda", disse McCartney ao programa de cultura Front Row, da Radio 4 da BBC, em entrevista que vai ao ar na quinta-feira.

Ele confirmou que tem uma fita master da faixa, que até agora muitos fãs dos Beatles imaginavam não passar de um mito musical, e acrescentou: "É chegada a hora de ela ganhar seu momento."

A faixa de 14 minutos foi feita para um festival de música eletrônica, que foi a única ocasião em que ela foi tocada em público.

"Eu disse que a única coisa que quero que vocês façam é viajem em torno da coisa, gritem, toquem - não é preciso que faça sentido", disse McCartney ao programa.

"Batam num tambor, depois vão até o piano, toquem algumas notas, simplesmente delirem. Então foi isso o que fizemos, e então colocamos um pouco de eco. É muito livre."

Para que "Carnival of Light" seja lançado, McCartney terá que conseguir a concordância de Ringo Starr e dos herdeiros de John Lennon e George Harrison.

De acordo com a BBC, McCartney quis incluir a faixa nas compilações "Anthology" dos Beatles, lançadas em meados dos anos 1990, mas o resto da banda vetou a idéia.

 
<p>Uma faixa in&eacute;dita e experimental da banda brit&acirc;nica The Beatles pode vir a p&uacute;blico 41 anos depois de gravada nos est&uacute;dios Abbey Road, em Londres, disse o ex-Beatle Paul McCartney. REUTERS/Phil Noble</p>