Hollywood planeja levar meio ambiente ao horário nobre da TV

quarta-feira, 19 de novembro de 2008 10:35 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - A televisão pode salvar o mundo do aquecimento global? Talvez não, mas roteiristas de emissoras de TV norte-americanas discutiram como a abordagem no horário nobre da crescente ameaça de mudanças climáticas pode inspirar os telespectadores a serem mais ecológicos.

Citando evidências que comprovam a onda de crescimento da ciência forense inspirada pelo seriado de sucesso "CSI", profissionais de Hollywood disseram acreditar que mais norte-americanos devem dedicar maior atenção ao meio ambiente se aprenderem sobre o aquecimento global através de seus seriados favoritos.

"Tem sido provado que histórias são uma maneira efetiva de introduzir os temas que são extremamente importantes para os filhos dos nossos filhos", disse o ex-apresentador de TV Sonny Fox, representante da Population Media Center, que realiza um evento em Los Angeles sobre mudanças climáticas nos programas de TV.

A organização, iniciada em 1998, tem usado o que chamam de estratégia de "educação com entretenimento" em vários países desenvolvidos para introduzir às famílias temas como prevenção da Aids e exploração infantil.

"Conseguimos medir mudanças dramáticas de comportamento com os assuntos abordados", disse William Ryerson, presidente do Population Media Center, acrescentando que uma ampla porcentagem da audiência citou esses programas como razão para procurarem mais esclarecimentos nos serviços de saúde prestados.

"O entretenimento atrai grande audiência", disse ele, notando que os programas se tornam modelo de comportamento.

Hollywood já vem usando seu poder com as celebridades para ajudar o meio ambiente. Estrelas como Leonardo DiCaprio e Robert Redford são famosos por serem engajados em causas do meio ambiente. E o filme de Al Gore de 2006 vencedor do Oscar "Uma Verdade Inconveniente", sobre o aquecimento global, tem forte crédito por trazer o assunto à tendência atual.

No evento de terça-feira, estavam presentes os roteiristas do "CSI", da CBS Corp., e da série "Law & Order", da NBC.

"O alcance da televisão é incrível", disse David Rambo, roteirista e produtor do "CSI". "A ciência é o início do nosso show."

(Reportagem de Sue Zeidle)