Festival Tribeca, de NY, vai lançar festival de cinema no Catar

segunda-feira, 24 de novembro de 2008 15:36 BRST
 

Por Claudia Parsons

NOVA YORK (Reuters) - O Festival de Cinema Tribeca, de Nova York, fundado pelo ator Robert De Niro após os ataques de 11 de setembro, pretende lançar um festival novo no Catar, em 2009.

Criado com o objetivo de revitalizar Manhattan após os ataques da Al Qaeda em 2001, Tribeca se tornou vitrine de exposição de filmes internacionais com viés político, e os organizadores disseram esperar que o Festival de Cinema Tribeca Doha faça o mesmo.

"Esperamos que, no Festival de Cinema Tribeca Doha, o cinema seja usado não apenas como forma de entretenimento, mas para aproximar culturas", disse De Niro em comunicado divulgado na noite de domingo.

"Ao aprender mais sobre as histórias uns dos outros, poderemos ver quanto temos em comum, além de explorar e compreender melhor nossas diferenças", disse ele.

O primeiro festival acontecerá em novembro de 2009 no novo Museu de Arte Islâmica e em cinemas espalhados pela capital do Catar, Doha, e terá cerca de 40 filmes em sua programação.

"O festival vai incluir uma grande gama de programação, desde sessões ao ar livre até filmes para crianças, desde documentários até novos lançamentos de Hollywood e desde filmes independentes até as melhores obras de cineastas árabes", disse Abdullah al Najjar, executivo-chefe do órgão responsável pelos museus de Catar.

O comunicado à imprensa disse que o festival será uma plataforma de lançamento para filmes feitos por cineastas do Oriente Médio que mostram o pluralismo da cultura árabe, e não apenas extremos.

"No momento, quase não existem cineastas no Catar e nos Estados do Golfo", disse o comunicado. "Para lançar uma indústria, é preciso começar pelo primeiro passo, e Catar espera que o Festival de Cinema Tribeca Doha seja esse primeiro passo."

O Catar, que faz fronteira com a Arábia Saudita, é aliado dos Estados Unidos e abriga o Comando Central dos EUA numa enorme base militar nos arredores de Doha. No mundo da mídia o país é mais conhecido por sediar a rede de TV Al Jazeera, vista como o maior serviço de notícias do mundo de língua árabe.