"Grande via branca" da Broadway adota medidas verdes

terça-feira, 25 de novembro de 2008 19:18 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - As marquises da Broadway, o distrito dos teatros de Nova York, vão virar "verdes" este ano, dentro de um plano para poupar energia e favorecer o meio ambiente.

A "Grande Via Branca", apelido que a Broadway ganhou devido às muitas marquises e placas que iluminam o distrito dos teatros, dentro em breve será a "Grande Via Verde", disse o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, em coletiva de imprensa dada no teatro Eugene O'Neill para divulgar a iniciativa.

"Dentro de um ano, as luzes na Broadway estarão tão brilhantes quanto hoje, mas as contas de eletricidade e a produção de carbono de nossa cidade estarão menores", disse Bloomberg.

Dez teatros da Broadway já trocaram 10 mil lâmpadas internas e externas por lâmpadas fluorescentes compactas, que consomem menos energia, como parte da iniciativa organizada pelo prefeito, a Liga da Broadway e o Conselho Nacional de Defesa dos Recursos.

Os teatros da Broadway pretendem fazer todo o possível para reduzirem sua pegada de carbono, disseram os organizadores, desde lavar em água fria os figurinos usados em suas peças até dispor os sets de maneira mais ecológica.

Vários personagens de espetáculos da Broadway vêm fazendo participações pequenas em apoio ao plano de reduzir as emissões de carbono.

"Maior - ruim! Menor - bom!" rugiu o personagem "Monster", do musical "Young Frankenstein", que apareceu ao lado de Nicky, de "Avenue Q", e Elphaba, de "Wicked's".

Os espetáculos da Broadway são uma das maiores atrações turísticas de Nova York e venderam 12,27 milhões de ingressos na temporada de 2007-2008, contribuindo para a economia da cidade com 5,1 bilhões de dólares e garantindo 44 mil empregos locais, segundo a prefeitura.