Campanha da MTV de conscientização da Aids completa 10 anos

sexta-feira, 28 de novembro de 2008 13:21 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A MTV vai comemorar este ano o décimo aniversário de sua campanha de conscientização sobre a Aids, colocando no ar um documentário de uma hora da cantora norte-americana Kelly Rowland, fundadora do Destiny's Child.

O canal de música lançou a campanha "MTV Staying Alive" em 1998 e desde então produziu filmes, concursos e eventos ligados a celebridades para conscientizar os jovens sobre os riscos do HIV e da Aids e incentivá-los a falar sobre o assunto.

A iniciativa mais recente é um videodiário com Kelly Rowland, que, com Beyoncè Knowles, ajudou a lançar a bem-sucedida girl band Destiny's Child em 1990. O grupo se desfez em 2005.

Em "The Diary of Kelly Rowland", a cantora de 27 anos percorre a África do Sul, Quênia, Tanzânia e Estados Unidos, onde se encontra com jovens afetados pelo HIV e a Aids e aqueles que procuram educar as pessoas sobre os riscos do vírus.

"O documentário abre a discussão sobre o HIV e a Aids, e, com isso, cria uma abertura de diálogo em torno do tema 'tabu'", disse a MTV em comunicado.

O vídeo poderá ser visto no endereço www.staying-alive.org a partir da segunda-feira, Dia Mundial de Combate à Aids.

A MTV também anunciou que Travis McCoy, vocalista da banda de hip-hop Gym Class Heroes, será o embaixador da Fundação Staying Alive em 2009.

Nos últimos dez anos, Beyoncè, Mary J Blige, Justin Timberlake e Sean "Diddy' Combs também colaboraram com a campanha.

De acordo com a emissora, existem 33 milhões de soropositivos em todo o mundo. Quase 7.500 pessoas por dia são contaminadas pelo vírus e, apesar do aumento do acesso ao tratamento, 6.000 pessoas por dia morrem de HIV e Aids. Cerca de 45 por cento dos novos casos de contaminação pelo vírus acontecem entre pessoas de 15 a 24 anos.