"O Casamento de Rachel" ganha 6 indicações para Spirit Awards

terça-feira, 2 de dezembro de 2008 18:15 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - O drama familiar "O Casamento de Rachel", estrelado por Anne Hathaway, dividiu na terça-feira com "Rio Congelado", história policial sobre contrabando na fronteira americana, e o drama de cidade do interior "Ballast" o maior número de indicações aos Spirit Awards, que serão entregues aos melhores filmes independentes de 2008.

Cada um dos três filmes recebeu seis indicações, incluindo as de melhor filme, melhor diretor e melhor atriz, no início dos três meses da temporada de premiações de Hollywood.

Os Spirit Awards, uma das premiações mais conhecidas do cinema independente, são entregues em 21 de fevereiro, na véspera da cerimônia anual do Oscar.

Os organizadores anunciaram na terça-feira que este ano o prestigioso prêmio Robert Altman, entregue ao melhor diretor, melhor diretor de elenco e melhor elenco, foi ganho por "Synecdoche, New York".

O filme, uma história incomum sobre um diretor de teatro deprimido, representado por Philip Seymour Hoffman, foi escrito e dirigido por Charlie Kaufman.

"Synecdoche, New York" também recebeu três indicações nas categorias principais, entre elas a de melhor roteiro.

Outros candidatos fortes aos Spirit Awards incluem "Milk", a cinebiografia de um político gay de San Francisco, estrelado por Sean Penn, com quatro indicações. "The Wrestler", com Mickey Rourke, e "Vicky Cristina Barcelona", de Woody Allen, foram indicados em três categorias cada.

"Este é realmente um ano de vozes originais, de cineastas veteranos e também novatos", disse Dawn Hudson, diretora executiva da Film Independent, que promove os Spirit Awards.

A temporada das premiações em Hollywood vai ganhar força este mês com as indicações aos Globos de Ouro e aos prêmios SAG, do Sindicato de Atores, que são entregues em janeiro, antes dos Oscar, os prêmios mais importantes do cinema mundial, cuja entrega acontecerá em 22 de fevereiro.

 
<p>Foto de arquivo de Anne Hathaway, estrela de "O Casamento de Rachel" REUTERS/Luke MacGregor/Files (BRITAIN)</p>