Ingrid Betancourt se diz feliz por ter conhecido Madonna

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008 22:11 BRST
 

SANTIAGO (Reuters) - A ex-candidata à presidência da Colômbia Ingrid Betancourt disse na quarta-feira que está feliz por ter conhecido Madonna em Buenos Aires e declarou-se fã da diva norte-americana da música pop.

Madonna está na Argentina como parte de sua turnê mundial "Sticky & Sweet Tour" e pediu para conhecer Betancourt enquanto esperava uma audiência com a mandatária Cristina Kirchner na Casa Rosada.

O breve encontro entre a diva e a política colombiana, que permaneceu refém de guerrilheiros das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), ocorreu ao final de uma reunião entre Cristina e Betancourt no palácio de governo argentino.

"Na verdade eu me surpreendi muito de ver Madonna porque esperava tudo, menos a oportunidade de saudá-la. Obviamente, como todo mundo, eu sou uma fã de Madonna. Quem nunca dançou ouvindo Madonna?", disse Betancourt a jornalistas na capital chilena.

A estrela da música voltou à Casa Rosada 12 anos após interpretar o papel de Eva Perón no musical "Evita".

"Foi um belo momento então, porque quando a vi pensei 'que curioso, estou aqui no palácio onde morou Evita e é ela que interpretou Evita e foi a primeira coisa que eu pensei em dizer a ela", disse Betancourt.

"Não foi mais que isso. Foi um cumprimento, eu me retirei. Ela tinha sua entrevista com a presidente Cristina Kirchner e eu me despedi feliz de havê-la conhecido. Ela me pareceu uma mulher charmosíssima, muito sofisiticada, muito charmosa, muito feminina, me encantou conhecê-la", acrescentou.

Madonna suspendeu o primeiro de seus concertos na Argentina, previsto para quarta-feira, devido ao atraso na chegada a Buenos Aires de parte dos equipamentos necessários para o espetáculo, que tem espetáculos marcados para o próximo dia 14 Rio de Janeiro e 18 e 20 de dezembro em São Paulo.

Betancourt realiza um giro pela América do Sul em busca de apoio para impulsionar a libertação dos demais reféns das Farc.

(Reportagem de Rodrigo Martínez)

 
<p>A ex-ref&eacute;m Ingrid Betancourt, que agora est&aacute; no Chile mas se disse feliz por ter encontrado Madonna na Argentina REUTERS/Ivan Alvarado (REUTERS)</p>