8 de Dezembro de 2008 / às 14:11 / em 9 anos

Barbra Streisand e Morgan Freeman são homenageados em Washington

Por Patrick Rucker

<p>Presidente dos EUA, George W. Bush, e a primeira-dama, Laura Bush, cantam o hino nacional americano no Kennedy Center Honors, em Washington. Junto com eles, a partir da esquerda, Twyla Tharp, Roger Daltrey, Pete Townshend, Barbra Streisand, Morgan Freeman e George Jones. REUTERS/Joshua Roberts</p>

WASHINGTON (Reuters) - Roqueiros lendários, cantores e astros de Hollywood e da Broadway foram saudados por suas contribuições vitalícias à cultura norte-americana, com uma performance de gala que teve a presença do presidente George W. Bush.

A cantora e atriz Barbra Streisand, o músico country George Jones, o ator Morgan Freeman, a coreógrafa Twyla Tharp e os músicos Roger Daltrey e Pete Townshend, da banda de rock britânica The Who, foram homenageados com apresentações de amigos e contemporâneos, domingo, na capital dos EUA.

Os seis artistas receberam os Kennedy Center Honors, o maior prêmio dos EUA por contribuições vitalícias à cultura e arte popular, numa recepção no dia anterior.

Videomontagens biográficas e comoventes tributos pessoais lembraram o início de suas carreiras e celebraram suas contribuições.

O ator premiado com o Oscar Denzel Washington lembrou um conselho que ouviu de Morgan Freeman quando sugeriu improvisar uma luta durante uma produção de Shakespeare, em 1979.

“Ele falou ‘tudo bem, Denzel. Vamos bater espadas três vezes - clique, clique, clique. Eu enfio a espada em você. Você cai e morre’,” contou Washington, provocando gargalhadas no público de políticos, doadores destacados e outros convidados ao evento de gala.

A primeira-dama Laura Bush disse que ela e seu marido são fãs de George Jones, cujas músicas estão no iPod de seu marido.

Bush abraçou Streisand num vídeo de uma recepção na Casa Branca, no mesmo dia, apesar de ela ter sido crítica acirrada de sua eleição em 2000 e de seu histórico subsequente de atuação na presidência.

Twyla Tharp deixou sua marca na dança moderna décadas atrás, com espetáculos como “Deuce Coupe”, de 1973, inspirado nos Beach Boys. Ela vem sendo elogiada recentemente por “Movin’ Out”, um show de dança moderna ao som da música de Billy Joel. Aos 67 anos, ainda está ativa.

Os membros do The Who, famosos por obras que incluem a ópera rock “Tommy”, ganharam uma homenagem cantada de alguns roqueiros famosos e outros de safra mais recente.

Dave Grohl, vocalista dos Foo Fighters, cantou “Who Are You”, e o vocalista do Matchbox Twenty, Robert Thomas, cantou “Baba O‘Riley”, enquanto a cortina de fundo do palco foi aberta, revelando um coral de bombeiros e policiais de Nova York.

Townshend estava visivelmente comovido assistindo ao coral uniformizado cantar, num gesto de apreciação pelo concerto dado por ele e Daltrey em Nova York pouco após os ataques de 11 de setembro.

A atriz Glenn Close elogiou Barbra Streisand não por sua célebre voz, mas por ter produzido o telefilme “Servindo em Silêncio”, sobre uma oficial militar cuja carreira é prejudicada quando vem à tona o fato de ser lésbica. “Esse filme não teria sido feito sem Barbra Streisand”, disse ela.

A cantora Beyonce homenageou Streisand, cantando “The Way We Were.”

O evento de gala será exibido pela TV CBS em 30 de dezembro.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below