ESTRÉIA-Bigas Luna volta com comédia "Eu Sou a Juani"

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008 11:29 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - Depois de mais de uma década sem aparecer no circuito comercial brasileiro, o cineasta catalão Bigas Luna ("A Camareira do Titanic", de 1997) faz seu retorno com a comédia dramática "Eu Sou Juani", na qual mantém a sua marca, combinando erotismo e latinidade. O filme entra em cartaz em São Paulo e Rio de Janeiro.

Em "Eu sou a Juani", exibido na 31a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, no ano passado, o diretor e roteirista retoma a figura dos personagens femininos fortes, em que a busca pelo prazer não é um conceito, mas um estilo de vida.

Tal como em seus trabalhos anteriores, "Lola" (1985) e "As Idades de Lulu" (1990), a heroína de seu novo filme, Juani (Verónica Echegui, atriz em ascensão na Espanha) está à procura de uma identidade. Vivendo em uma pobre cidade do interior, sente-se massacrada pela mediocridade aparente de sua vida.

Ela mora com o pai alcoólatra e falido, trabalhando a contragosto como caixa em um hipermercado. Seu namorado, Jonah (Dani Martín), é um cafajeste que só pensa em carros, além de trai-la abertamente. Decidida a mudar de vida, junta alguns trocados e parte com a amiga Vani (Laya Martí) para Madri, onde pretende tornar-se uma grande atriz.

Na capital espanhola, Juani e Vani enfrentam todo tipo de obstáculos. Sem dinheiro ou talento, elas caem nas piores situações, incluindo romances com jogadores de futebol casados. Em determinado momento, Juani chega a ser confundida com uma garota de programa, ao entrar num bar à procura de um agente televisivo.

Bigas Luna acerta na caracterização da personagem e na animada trilha sonora, embora o filme perca um pouco do fôlego justamente nas aventuras vividas pela protagonista em Madri. Entre os defeitos e os acertos, a produção se equilibra no convencional. Com certeza um filme menor do diretor catalão, mas nem por isso desinteressante.

(Por Rodrigo Zavala, do Cineweb)

* As opiniões expressas são responsabilidade do Cineweb