"Shrek" abre disputa entre Dreamworks e Disney na Broadway

terça-feira, 16 de dezembro de 2008 13:48 BRST
 

Por Michelle Nichols

NOVA YORK (Reuters) - O estúdio de Hollywood Dreamworks recebeu críticas calorosas pela estréia na Broadway de "Shrek, o Musical", que o coloca na briga com a rival Walt Disney pelos palcos nova-iorquinos num momento em que os teatros tentam sobreviver à crise financeira.

Baseado em um livro de 1990 sobre um ogro verde e uma princesa, que inspirou também o longa-metragem de animação vencedor do Oscar de 2001, primeiro filme de uma trilogia da Dreamworks, "Shrek, o Musical", compete com os espetáculos da Disney "O Rei Leão", "Mary Poppins" e "A Pequena Sereia".

"A nova investida da Dreamworks Theatricals na Broadway... está definitivamente um patamar acima da maioria das obras de seu concorrente direto em musicais inspirados em desenhos, a Walt Disney", escreveu Ben Brantley, do jornal The New York Times, na segunda-feira.

"Diferentemente de 'Tarzan' e 'Pequena Sereia', 'Shrek' tem as virtudes de um roteiro compreensível e de personagens identificáveis", disse. "Mas me parece que se 'Shrek' tivesse prestado mais atenção a seu próprio conselho sobre forma e conteúdo, ele teria chegado mais perto de falar as palavras mágicas que permitem que os shows da Broadway vivam felizes para sempre", disse.

"Tarzan" durou só 14 meses após críticas e bilheteria fraca, e "A Pequena Sereia" estreou em janeiro para substituir "A Bela e a Fera", que já estavam em cartaz há 13 anos. "Mary Poppins" obteve mais de 100 milhões de dólares em receitas desde a estréia, em 2006, e "O Rei Leão" conseguiu 600 milhões de dólares em 11 anos na Broadway.

Mas a crise financeira assola o mundo, e as produções se preparam para competir por menos dólares. Por isso, a Disney oferece para as apresentações entre 6 de janeiro e 13 de março uma entrada grátis para menores de 18 anos com a compra de uma entrada para adulto.

A Disney disse que a medida gerou mais de 2 milhões em vendas nas últimas duas semanas. Na segunda-feira, a empresa anunciou que estenderá a oferta por mais uma semana.

De acordo com o grupo comercial The Broadway League, a receita obtida pelas produções é maior do que no último ano, mas a audiência se mantém estável.

"Shrek, o musical" também compete pela audiência jovem com o espetáculo recém-estreado "Billy Elliot, o musical", baseado no filme indicado ao Oscar em 2000 sobre um menino britânico que sonha em virar bailarino. "Billy Elliot" recebeu ótimas críticas e vende mais de 1 milhão de dólares em entradas por semana.

Os jornais The New York Post e Daily News deram a "Shrek, o Musical" três estrelas numa escala até cinco.

 
<p>Bal&atilde;o de Shrek desfila durante evento para em Nova York. Foto de arquivo. REUTERS/Brendan McDermid</p>