17 de Dezembro de 2008 / às 17:47 / em 9 anos

Obama é eleito Personalidade do Ano pela revista Time

<p>Foto de divulga&ccedil;&atilde;o mostra a capa de edi&ccedil;&atilde;o dupla da edi&ccedil;&atilde;o de 29 de dezembro da revista dupla. A revista Time elegeu o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, a Personalidade do Ano de 2008, ap&oacute;s ele ter se tornado o primeiro negro a chegar &agrave; Casa Branca. REUTERS/Shephard Fairey/TIME/Handout (UNITED STATES). FOR EDITORIAL USE ONLY. NOT FOR SALE FOR MARKETING OR ADVERTISING CAMPAIGNS.</p>

NOVA YORK (Reuters) - A revista Time elegeu o presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, a Personalidade do Ano de 2008, após ele ter se tornado o primeiro negro a chegar à Casa Branca.

Mas a escolha mais difícil foi a dos outros finalistas. O secretário do Tesouro dos EUA, Henry Paulson, o presidente francês, Nicolas Sarkozy, a candidata republicana à vice- presidente dos EUA, Sarah Palin, e o diretor chinês Zhang Yimou, responsável pela cerimônia de abertura dos Jogos de Pequim, ficaram atrás de Obama na eleição.

“É improvável que vocês estejam surpresos por ver o rosto de Obama na capa”, disse a Time.

“Em uma das eleições mais excêntricas da história norte-americana, ele superou a falta de experiência, um nome diferente, dois candidatos que são instituições políticas e a divisão racial para se tornar o 44o presidente dos Estados Unidos”, afirmou a revista.

Sobre os outros concorrentes, a Time afirmou: Paulson “exerceu um papel histórico, em um momento histórico. Um presidente que está prestes a deixar o cargo deu a ele o controle da política econômica do país no meio de um colapso financeiro”.

Sarkozy “colocou a França no mapa”, segundo a revista, enquanto Palin, governadora do Alasca, “teve a estréia política mais surpreendente dos tempos modernos”.

“Ela é moderna, uma inspiração para as mulheres, um insulto para elas. Um futuro brilhante para o Partido Republicano”, disse a Times.

O nome do outro finalista, o diretor chinês Zhang Yimou, pode ser menos conhecido para muitos, mas a Time disse que sua criatividade deu ao mundo um espetáculo inesquecível na cerimônia de abertura da Olimpíada.

“Ele criou indiscutivelmente o maior espetáculo do novo milênio”, disse a revista

Reportagem de Claudia Parsons

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below