Trompetista de jazz Freddie Hubbard morre em Los Angeles

terça-feira, 30 de dezembro de 2008 12:01 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - O influente trompetista de jazz Freddie Hubbard, que tocou em diversas gravações durante uma carreira de 50 anos, morreu em um hospital de Los Angeles na segunda-feira, afirmou seu empresário. Ele tinha 70 anos.

O músico, vencedor de um Grammy, estava internado no hospital Sherman Oaks desde que sofreu um ataque cardíaco há um mês, disse o empresário David Weiss.

Conhecido por seu estilo feroz, Hubbard tocou com lendas do jazz como Thelonius Monk, Miles Davis, Cannonball Adderley, Sonny Rollins e John Coltrane.

Dois anos depois de sair de sua cidade natal de Indianapolis e de se mudar para Nova York em 1958, Hubbard gravou seu primeiro álbum, "Open Sesame" e teve uma ascensão meteórica no círculos de jazz.

Em agosto de 1961, ele já estava em seu quarto disco, "Ready for Freddie", uma colaboração com Wayne Shorter considerada por muitos sua obra prima.

Com o passar da década, ele tocou com seu pequeno conjunto e com bandas lideradas por outros. Ele também participou de álbuns emblemáticos como "Ascension", de John Coltrane, e "Free Jazz", de Ornette Coleman.

Hubbard venceu seu único Grammy em 1972, com "First Light", um dos álbuns que lhe trouxe reconhecimento. Depois, retornou a suas raízes do hard-bop, emocionando o público com sua velocidade impressionante e com suas linhas de blues fervorosas.

(Reportagem de Dean Goodman)