"Slumdog Millionaire" é o vencedor do Critics' Choice em LA

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009 11:34 BRST
 

Por Dean Goodman

LOS ANGELES (Reuters) - "Slumdog Millionaire" foi a resposta final dada pelos Critics' Choice Awards na quinta-feira, quando o drama sobre o vencedor improvável de uma versão indiana de "Who Wants To Be a Millionaire" levou os prêmios principais no evento, que funciona como barômetro indicativo das tendências do Oscar.

Ambientado em Mumbai, cidade atingida pelo terror recentemente, o filme recebeu cinco troféus, incluindo os de melhor filme, diretor (Danny Boyle) e roteirista (Simon Beaufoy). Com isso, foi reforçado seu status de um dos candidatos principais ao Oscar, cujas indicações serão anunciadas em 22 de janeiro.

Organizado pela Associação de Críticos de Cinema e Televisão, o Critics' Choice Awards funciona como uma das previsões mais confiáveis de sucesso no Oscar. Nos últimos dez anos, previu os vencedores dos Oscar de melhor filme e diretor em 70 por cento dos casos. Seu índice de acerto é de 60 por cento no caso dos Oscar de melhor ator e atriz.

Demonstrando alguma falsa modéstia, o produtor de "Slumdog Millionaire", Christian Colson, disse a jornalistas nos bastidores do evento: "Não temos a menor chance (de Oscar)."

O que talvez seja mais importante, disse a atriz Freida Pinto, é que o sucesso do filme elevaria enormemente a moral de Mumbai, onde dez homens armados mataram 179 pessoas em novembro.

"Todo o mundo na Índia já deve estar festejando", disse a antiga modelo, que fez o papel da namorada do protagonista, Dev Patel.

Este, que não estava presente à premiação, ficou com o troféu de melhor ator jovem. O músico indiano A.R. Rahman, considerado o melhor compositor, declarou "este é para a Índia!" quando aceitou seu troféu.

"Slumdog Millionaire" também tinha sido indicado para melhor canção, mas perdeu esse prêmio para Bruce Springsteen, que não estava presente, pela canção-título de "The Wrestler".   Continuação...

 
<p>O diretor de "Slumdog Millionaire", Danny Boyle, ao vencer o pr&ecirc;mio de Melhor Diretor do Critics'Choice Awards REUTERS/Hector Mata (UNITED STATES)</p>