Carta de amor de Piaf é leiloada por 1500 euros na Grécia

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009 16:49 BRST
 

Por Renee Maltezou

ATENAS (Reuters) - Uma carta de amor escrita pela cantora francesa Edith Piaf para um ator grego há mais de meio século, que dizia "não deixe meu coração morrer", foi vendida por 1.500 euros (1.989 dólares) em um leilão na Grécia nesta sexta-feira.

Piaf, que morreu de câncer aos 47 anos em 1963, escreveu a carta para o namorado grego Dimitris Horn em 1946 -- o ano em que ela gravou "La Vie em Rose" -- dois dias após tê-lo conhecido durante um show em Atenas.

A cantora, que viveu uma série de romances e combateu o vício em drogas e álcool, escreveu a carta para Horn enquanto namorava o ator e cantor francês Yves Montand.

De acordo com um trecho publicado no catálogo do leilão, Piaf, tratando o ator por um apelido carinhoso, declarou: "Amo você como nunca antes amei. Taki, não deixe meu coração morrer".

Em telegrama ela expressou seu amor e pediu a Horn para responder secretamente.

"Ela disse que lhe daria tudo, que precisava dele... A carta toda é paixão e desespero", comentou o leiloeiro e colecionador de arte grego Petros Vergos. "Nenhuma mulher jamais me disse coisas assim."

Segundo Vergos, o caso não foi adiante ou porque Horn, seis anos mais jovem que Piaf, não sentia a mesma paixão por ela, ou porque ambos já tinham outros companheiros.

A carta, o telegrama e um programa do show de Piaf em Atenas foram leiloados no hotel Plaza, na capital grega. Por coincidência, o leilão aconteceu precisamente 16 anos após a morte de Horn, em 16 de janeiro de 1998.

"Parabéns para você que adquiriu o documento mais famoso da noite", disse Vergos ao comprador, que saiu sem fazer nenhum comentário.

Devido a sua estatura baixa, Piaf era conhecida pelo apelido artístico de "La Môme" ("a pirralha"). O filme "Piaf -- Um Hino ao Amor", que no ano passado rendeu um Oscar à atriz francesa Marion Cotillard pelo papel da cantora, reviveu o interesse por sua vida e música.

 
<p>Uma carta de amor escrita pela cantora francesa Edith Piaf para um ator grego h&aacute; mais de meio s&eacute;culo, que dizia "n&atilde;o deixe meu cora&ccedil;&atilde;o morrer", foi vendida por 1.500 euros (1.989 d&oacute;lares) em um leil&atilde;o na Gr&eacute;cia nesta sexta-feira. REUTERS/Yiorgos Karahalis</p>