Elton John revive hits de sucesso e emociona fãs em São Paulo

domingo, 18 de janeiro de 2009 10:55 BRST
 

Por Gabriela Mello

SÃO PAULO (Reuters) - Com repertório recheado de sucessos dos 40 anos de carreira, Elton John embalou por mais de duas horas as 29 mil pessoas que acompanharam a segunda passagem do cantor pelo Brasil, na noite de sábado em São Paulo, e emocionou fãs que esperaram 14 anos pelo repeteco.

Sir. Elton John cumpriu tanto a tradicional pontualidade britânica como o visual extravagante pelo qual é conhecido. Vestindo um longo paletó preto com estampas tropicais, ele abriu o show com "Funeral for a Friend" precisamente às 22h.

Ao julgar pela palidez do público, a versão instrumental da canção não foi a melhor escolha para um ponta-pé inicial. Ao encerrar a segunda música, John cumprimentou o público com um "Boa noite, São Paulo", em português, e acrescentou em inglês: "É uma ótima noite, não está chovendo e estou feliz por estar de volta".

Bastou terminar a frase que uma leve garoa assustou os fãs que compareceram ao Anhembi, fazendo-os vestir suas capas de chuva de plástico, pouco antes do tempo firmar.

Ao lado dos companheiros de longa data, Davey Johnstoen (guitarra e vocal) e Nigel Olsson (bateria), e de outros três músicos, Elton John levantou a platéia com "Rocket Man", que aqueceu o show e marcou a deixa para outros clássicos empolgantes como "Bennie and the Jets", "Philadelphia Freedom" e "Crocodile Rock".

Sem se esquecer dos casais espalhados na multidão, ele também percorreu famosas baladas românticas, entre elas, "Sacrifice" e "Sorry seems to be the Hardest Word".

Ainda se recuperando de uma cirurgia no joelho, o estudante Gregory Ferreira, 18, fez questão de acompanhar a namorada, que se diz "apaixonada pelo cantor".

"Eu tenho um gosto meio antigo, gosto dele e de outros (artistas) da mesma época, porque é um estilo de música que a gente não vê mais", justificou Barbara Vila Nona, 18, enquanto abraçava o companheiro.   Continuação...

 
<p>Elton John revive hits de sucesso e embala p&uacute;blico por mais de duas horas com hits de sucesso. REUTERS/Paulo Whitaker (BRAZIL)</p>