Rapper 50 Cent inclui produtora de cinema em seu império

terça-feira, 20 de janeiro de 2009 10:48 BRST
 

Por Michelle Nichols

PARK CITY, Utah (Reuters) - O rapper 50 Cent, que carrega cicatrizes de balas no corpo e é dono de um selo musical e grife de roupas, é ator e escreve livros, agora está acrescentando a produção cinematográfica a seu império multimídia, promovendo seu novo empreendimento esta semana no Festival de Cinema Sundance.

50 Cent, cujo nome real é Curtis Jackson, lançou a produtora Cheetah Vision e disse à Reuters em Sundance, o maior festival norte-americano do cinema independente, que não está preocupado por iniciar um empreendimento novo durante a crise financeira global.

"Acho que a crise não vai me afetar tanto quanto a outras pessoas, porque não tenho medo de financiar algumas coisas eu mesmo, se for preciso", disse ele.

O rapper ficou em 26o lugar na lista Forbes 2008 das cem celebridades mais ricas do mundo, com rendimentos estimados em 150 milhões de dólares entre junho de 2007 e junho de 2008.

50 Cent tinha uma participação na Glaceau, que produz a Vitaminwater, e a parte maior de seus rendimentos veio da venda da empresa à Coca-Cola. A Forbes estima que o rapper faturou cerca de 100 milhões de dólares com o negócio, já deduzidos os impostos.

Ele disse que a Cheetah Vision já comprou oito roteiros e que um dos primeiros a ser produzido será "The Dance", protagonizado por ele mesmo e Nicolas Cage.

"Ele faz o fundador de um programa de boxe, e eu farei o lutador que vai parar na penitenciária", disse 50 Cent.

O rapper, que na adolescência era traficante de drogas no Queens, em Nova York, fez sua estréia como diretor este ano, dando de graça seu longa-metragem "Before I Self Destruct" com seu álbum do mesmo título, previsto para ser lançado no final de março.   Continuação...

 
<p>O rapper 50 Cent, que carrega cicatrizes de balas no corpo e &eacute; dono de um selo musical e grife de roupas, &eacute; ator e escreve livros, agora est&aacute; acrescentando a produ&ccedil;&atilde;o cinematogr&aacute;fica a seu imp&eacute;rio multim&iacute;dia, promovendo seu novo empreendimento esta semana no Festival de Cinema Sundance. REUTERS/Lucas Jackson</p>