"Thriller," de Michael Jackson, vai virar musical de teatro

segunda-feira, 26 de janeiro de 2009 18:04 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O popstar americano Michael Jackson vai ajudar a desenvolver seu vídeo "Thriller", inovador quando foi lançado, convertendo-o ao formato de produção teatral musical, disseram produtores na segunda-feira.

Lançado em 1982, "Thriller" é o álbum que vendeu mais cópias no mundo, e a produção teatral vai recriar a história da sátira de filme de terror de 14 minutos baseada na canção-título. No vídeo, um casal jovem está saindo quando o rapaz -- representado por Jackson no videoclipe -- vira lobisomem.

"Este musical será a versão exclusiva, autorizada por Michael Jackson, de 'Thriller', e Jackson vai participar de todos os aspectos do processo criativo", disse a Organização Nederland, que comprou os direitos ao musical.

"Thriller the Musical" vai incluir canções de "Thriller" e do álbum "Off the Wall", também de Michael Jackson, de 1979.

O vídeo de "Thriller", com zumbis dançantes e o astro de filmes de terror Vincent Price, foi ao ar pela primeira vez em 1983 e tornou-se um dos pratos fortes da MTV. Foi dirigido pelo cineasta John Landis, que disse que custou 500 mil dólares para ser feito, cerca de dez vezes o custo dos videoclipes padrões da época.

O porta-voz de Jackson, Tohme Tohme, disse no comunicado da Nederland Organization: "Os Nederlanders e Michael Jackson representam o teatro ao vivo e a excelência musical, então que a música comece".

Michael Jackson, 50 anos, é um dos músicos de maior sucesso de todos os tempos. Ele começou sua carreira musical no grupo Jackson 5, da gravadora Motown, antes de lançar-se em carreira solo.

Desde os anos 1990, porém, ele vem se envolvendo em escândalos e revelações sobre seu modo de vida excêntrico. Em 2005 ele foi acusado de abuso sexual infantil, julgado e absolvido.

Nos últimos anos Jackson também vem enfrentando problemas financeiros, e em maio evitou por pouco ter que vender seu rancho Neverland. Em novembro ele entregou sua escritura a uma empresa composta por ele mesmo e pela firma que é dona de um empréstimo de 24 milhões de dólares feito a Jackson tendo a propriedade como garantia.

Michael Jackson não tem residência fixa no momento.