Museu do Prado diz que "Coloso" não foi pintado por Goya

terça-feira, 27 de janeiro de 2009 13:37 BRST
 

MADRI (Reuters) - Uma pintura há muito tempo atribuída ao artista espanhol Francisco de Goya, chamada "El Colosso", provavelmente é obra de um de seus aprendizes, disse o museu do Prado, em Madri.

O quadro, que mostra uma figura masculina gigante diante de uma paisagem cheia de pessoas e animais, tem uma técnica mais pobre do que a de Goya e leva uma assinatura que pode ser de um dos aprendizes do mestre espanhol, Asensio Julia, disse Manuela Mena, do museu.

"Quando você olha para o quadro com a luz certa... você pode ver a pobreza da técnica, seu uso de luz e cor e a grande diferença entre 'O Colosso' e as obras-primas atribuídas a Goya", disse Mena, chefe do setor de restaurações, em nota publicada no site do museu.

O museu tem uma extensa coleção de pinturas de Goya, que viveu de 1746 a 1828 e cujo trabalho, radical para a época, é considerado a primeira pintura moderna.

"O Colosso" é exibido no museu de Prado desde 1931, mas as dúvidas quanto à sua origem começaram a surgir em 1992, quando o quadro foi limpo, a fim de restaurar a representação da luz.

Acredita-se que a obra tenha sido pintada no começo do século 19, quando a Espanha foi atacada nas Guerras Napoleônicas.

(Reportagem de Raquel Castillo)