Recessão abala jornais de Hollywood que cobrem o showbusiness

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009 14:35 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - Os jornais Daily Variety e The Hollywood Reporter concorrem há 75 anos pelo lugar de principal veículo da indústria do cinema, mas as demissões recentes decorrentes da recessão e da concorrência de blogs na Internet levaram Hollywood a se perguntar se em breve ela pode tornar-se uma cidade de um jornal apenas.

Editores dos jornais do showbusiness dizem que os anúncios diminuíram muito, mesmo agora, na temporada do Oscar, quando os estúdios costumam pagar bem para divulgar seus filmes com anúncios nas primeiras páginas dos jornais especializados.

Além disso, os jornais enfrentam concorrência crescente de blogueiros que oferecem um cardápio diário de notícias e fofocas de Hollywood. É o caso dos blogs DeadlineHollywoodDaily.com, de Nikki Finde, TheDailyBeast.com, de Tina Brown, e MovieCityNews.com, de David Poland.

O Daily Variety e o The Hollywood Reporter continuam a competir fortemente em meio à conjuntura econômica difícil.

"Acho que vai ser uma batalha hercúlea e que, daqui a um ano, é possível que só haja um jornal", disse Jonathan Taplin, professor da Escola Annenberg de Comunicações, da Universidade do Sul da Califórnia.

Na segunda-feira, a proprietária do Daily Variety, a empresa Reed Business Information, uma unidade da Reed Elsevier, disse que a recessão a obrigou a demitir cerca de 30 profissionais do jornal e de suas publicações irmãs.

Essas publicações irmãs incluem o semanário Variety, que é a grande dama do jornalismo do showbussines, tendo sido fundado em 1905 e gerado o Daily Variety em 1933. No ano passado, a Reed pôs as publicações à venda.

O Hollywood Reporter foi fundado em 1930 e hoje pertence à firma de pesquisas de mídia Nielsen Co., que fornece informações sobre marketing e outras relativas à mídia, além de dados sobre audiência de TV.

O jornal reduziu sua equipe de profissionais para menos de 90, cerca de metade do contingente de cinco anos atrás, informou seu editor, Eric Mika.

A Reuters e o The Hollywood Reporter operam um serviço conjunto de informações sobre o setor do entretenimento.