Monet decepciona, mas leilão da Christie's tem bom resultado

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009 11:52 BRST
 

LONDRES (Reuters) - A atração principal do leilão de arte impressionista e moderna promovido pela Christie's na noite de quarta-feira não chegou a brilhar, mas o evento como um todo atendeu às expectativas, rendendo mais de 63 milhões de libras (91 milhões de dólares).

A previsão era que "Dans la Prairie", que Claude Monet pintou em 1876, fosse arrematado por cerca de 15 milhões de libras, sem o prêmio, mas a tela acabou sendo vendida em Londres por 11,2 milhões de libras, incluindo o prêmio do comprador.

Apesar de algumas decepções, entretanto, o leilão provavelmente será um alívio para a Christie's, mostrando que a gravidade da crise econômica geral ainda não atingiu em cheio o mercado de arte de alto nível.

"Os resultados desta noite comprovam a força desta categoria de arte, consolidada há muito tempo", disse Giovanna Bertazzoni, diretora de arte impressionista e moderna na Christie's de Londres.

Entre os destaques do leilão esteve "Les Deux Filles", um retrato duplo de Amedeo Modigliani oferecido em leilão pela primeira vez, tendo sido adquirido diretamente do artista através de seu marchand, mais de 90 anos atrás.

A tela foi arrematada por 6,5 milhões de libras, tendo sido estimada anteriormente em entre 3,5 e 5,5 milhões.

E "L'Abandon (Les Deux Amies)" (1895), de Henri de Toulouse-Lautrec, foi vendido por 6,2 milhões de libras, dentro da faixa prevista.

A estimativa geral era que o leilão levantasse entre 60 e 87 milhões de libras.