Agressão leva Rihanna a adiar show na Malásia

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009 08:33 BRST
 

LOS ANGELES (Reuters) - A cantora Rihanna adiou o show programado para 13 de fevereiro na Malásia, anunciou na terça-feira um promotor de concertos, depois de relatos segundo os quais teria sido agredida por seu namorado, o cantor Chris Brown, no fim de semana.

Investigadores policiais de Los Angeles identificaram Rihanna como a vítima do ataque do domingo. Chris Brown foi preso, acusado de fazer ameaças, e Rihanna está cooperando com os detetives, informou o jornal Los Angeles Times.

Autoridades disseram que Brown, 19 anos, que se encontra em liberdade sob fiança, pode enfrentar acusações adicionais.

Revistas e sites de celebridades divulgaram que Rihanna, 20 anos, foi levada ao Centro Médico Cedars-Sinai, em Los Angeles, após o incidente, e posteriormente teve alta. Nos últimos dias sua agente divulgou apenas um comunicado dizendo: "Rihanna está bem. Agradecemos seu apoio e sua preocupação".

O incidente ocorreu no carro de Chris Brown na manhã do domingo, horas antes da participação programada dele e de Rihanna na cerimônia do Grammy. O site de celebridades TMZ disse que Brown deixou o local e que a polícia encontrou Rihanna em seu carro com o nariz ensanguentado, o lábio partido e marcas de mordidas no corpo.

A organização Pineapple Concerts, da Malásia, disse em comunicado em seu site que "em vista dos fatos recentes envolvendo Rihanna", uma nova data para o concerto será anunciada dentro de duas semanas.

 
<p>Segundo o jornal Los Angeles Times, a cantora Rihanna foi v&iacute;tima de agress&atilde;o cometida pelo namorado, o cantor Chris Brown. Ela cancelou um show na Mal&aacute;sia. REUTERS/Danny Moloshok (UNITED STATES)</p>