Jurados do Oscar lutam para escolher o melhor ator

terça-feira, 17 de fevereiro de 2009 12:53 BRT
 

Por Jill Serjeant

LOS ANGELES (Reuters) - Depois de passar 15 anos no deserto do cinema, Mickey Rourke pode coroar sua volta por cima com um Oscar de melhor ator no domingo.

Mas o astro de "O Lutador" primeiro terá que nocautear Sean Penn, visto como seu principal rival pelo troféu da Academia, graças a sua atuação como o assassinado ativista dos direitos dos gays Harvey Milk no filme "Milk - A Voz da Igualdade".

"É uma luta de pesos pesados: de um lado um lutador de luta-livre, e de outro um lutador pelos direitos dos gays", disse Tom O'Neil, colunista do site www.TheEnvelope.com, especializado em premiações de cinema.

Os dois outros candidatos são Brad Pitt, por "O Curioso Caso de Benjamin Button", e Richard Jenkins, pelo filme pouco visto "The Visitor". Ambos são vistos como vencedores improváveis.

Rourke, 56 anos, e Penn, 48, dividiram os prêmios até agora: Rourke ficou com o Globo de Ouro e o Bafta de melhor ator, enquanto Penn recebeu o troféu do Sindicato de Atores e uma série de outros prêmios de críticos.

Especialistas dizem que Penn pode ter uma vantagem pelo fato de ser respeitado - embora não amado - no mundo do cinema. Ele já recebeu um Oscar de melhor ator pelo papel de pai que chora a morte de uma filha em "Sobre Meninos e Lobos", de 2003.

"Milk" também foi indicado para os Oscar de melhor filme e melhor diretor, refletindo o apoio amplo dos eleitores do Oscar para o filme, num momento em que a batalha sobre os casamentos homossexuais são um dos temas do momento na Califórnia.

Mas Mickey Rourke está longe de estar fora da jogada.   Continuação...

 
<p>Ator Mickey Rourke, do filme "O Lutador", em foto de arquivo, na Calif&oacute;rnia. Rourke &eacute; um dos favotiros para o Oscar de melhor ator. A cerim&ocirc;nia de entrega dos pr&ecirc;mios &eacute; no domingo. REUTERS/Phil Klein (UNITED STATES)</p>